quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Miniaturas de bondes e ônibus estão em exposição na Unicamp

Mostra conta a história do transporte coletivo em Campinas
O historiado e colecionador Henrique Anunziata
com uma de suas miniaturas
A biblioteca do Centro de Memória da Unicamp (CMU) sedia uma mostra de miniaturas de “Bondes e Ônibus – Transporte de Passageiros” até 30 de março.
Em exposição, as réplicas dos primeiros bondes que circularam em Campinas até os ônibus mais recentes, em suportes de madeira, metal e papel. As maquetes possuem legendas de identificação com nome do fabricante, modelo, ano, motor, empresas operadoras e observações adicionais.
Ao lado das réplicas, há imagens dos originais. “É um material que casa bem com o acervo do CMU, pois o foco é a memória da cidade. Como também colocamos na exposição os livros e fotografias que possuímos, divulgamos a coleção e o nosso acervo”, afirma Rosaelena Scarpeline, diretora da biblioteca.
As peças expostas pertencem a Antonio Henrique Felice Anunziata, mestrando do departamento de História da Unicamp, que emprestou a coleção para a mostra e é um conhecedor da história da cidade.
“Em outubro de 1878, formou-se a Companhia Campineira Carris de Ferro, com um capital inicial de dez contos de réis, sendo fundadores o Sr. Bento Quirino dos Santos e o Sr. Manoel Carlos Aranha,o Barão de Anhumas. No mês de setembro de 1879, inicia o tráfego de bondes com tração animal (mulas)”, esclarece Anunziata.
O colecionador relembra ainda a criação, em 1904, da primeira empresa de eletricidade de Campinas, a Cavalcante Byington & Cia. Em 1911, a empresa assinou contrato com a prefeitura para concessão de energia e exploração do serviço de bondes elétricos, que começaram a circular no ano seguinte. “A Companhia Campineira de Iluminação e Força adquiriu o material da Carris de Ferro denominando-se Companhia Campineira de Tracção Luz & Força. As primeiras linhas foram: Estação, Hipódromo, Ginásio, Frontão, Fundão, Vila Industrial e Guanabara”, explica.
Quanto aos ônibus, os primeiros começaram a rodar na cidade na década de 1920, com chassis e motores Ford do modelo T, popularmente chamado de “jardineira”. No final daquela década e início dos anos 30, surgem empreendedores como as famílias Caprioli, Bortolotto e Bonavita.
Serviço:
Exposição “Bondes e Ônibus – Transporte de Passageiros”
Local: Biblioteca do Centro de Memória da Unicamp (CMU). Rua Sérgio Buarque de Holanda, 800, Cidade Universitária Zeferino Vaz
Data: até 30 de março
Horário: das 8h30 às 17 horas
Entrada: gratuita
Informações: cmemoria@unicamp.br ou (19) 3521-5250 / 5251 / 5252

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...