quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Marcopolo aumenta participação na argentina Metalpar para 50%...

Marcopolo eleva participação na Metalpar
Transcrito do texto de Roberto Hunoff, de Caxias do Sul
Hoje, as ações preferenciais da Marcopolo fecharam a sessão de negócios na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) cotadas a R$ 6,18, marcando alta de 4,56%.
A Marcopolo exerceu seu direito de compra e aumentou de 40% para 50% a sua participação acionária na Metalpar, encarroçadora argentina de ônibus urbanos. A possibilidade de ampliação estava garantida no contrato original assinado em 27 de dezembro de 2007 quando a empresa de Caxias do Sul comprou 33% das ações e elevou para 40% um ano depois. A gestão da companhia argentina não sofrerá alterações, com a manutenção dos mesmos diretores, dentre eles os indicados pela Marcopolo.
O diretor de relações com investidores da Marcopolo, Carlos Zignani, informou que o prazo para exercer o direito de compra estava próximo de vencer. Como o mercado argentino de ônibus tem se mostrado atraente a diretoria optou pela ampliação. O investimento na aquisição dos 50% da companhia argentina foi de US$ 20 milhões.
Zignani observa que, apesar da crise econômica, o segmento de transporte coletivo é atrativo na Argentina em função de seu uso intensivo. Segundo ele, o mercado tem demandado compras e as perspectivas são de continuidade deste processo.
Com capacidade instalada para 3 mil unidades na unidade de Loma Hermosa, a Metalpar fechou o ano passado com produção de 1,8 mil ônibus. No balanço da Marcopolo, que será tornado público no dia 23 de fevereiro, foram consolidados 720 veículos, correspondendo aos 40% de participação. Em relação a 2009 o crescimento da parte da encarroçadora gaúcha foi de 55%.
Para 2011 a expectativa inicial da Marcopolo era consolidar oitocentas unidades. Com o aumento da participação na sociedade o volume crescerá para 1 mil unidades, representando 9% das estimativas de produção do ano no exterior, 11 mil ônibus, e de quase 4% nos números totais de 26,7 mil. Nos últimos dois anos a unidade argentina representou de 7% a 8% da produção no Exterior e 2,5% dos volumes totais, incluindo as fábricas do Brasil.
Zignani também confirmou que a fábrica do Egito continua com a produção paralisada, mesmo com a diminuição da insegurança no País. De acordo com ele, não há ainda data para a retomada da atividade produtiva, prejudicada pela falta de matéria-prima e de pessoal para trabalhar. "Temos pedidos em carteira e a fábrica não sofreu nenhum tipo de problema. A paralisação se dá por aspectos de logística, quer das cargas, quer do pessoal."
Por enquanto, a diretoria da empresa, que tem conversado regularmente com o sócio egípcio, mantém as estimativas de produzir 1,2 mil unidades, das quais seiscentas consolidadas para a Marcopolo. Zignani observa, com base nas informações do seu pessoal que estava no Egito, que é possível atingir a meta, desde que os conflitos não se prolonguem por muito tempo.
_____________________________________________________________________________ 
*Resumo da Matéria:

A fabricante de carrocerias de ônibus Marcopolo informou hoje que comprou mais 10% da fabricante argentina de ônibus urbano Metalpar.
Com isso, o grupo brasileiro passa a ter 50% do capital social da Metalpar.
O aumento da participação se deu mediante o exercício da opção de compra das ações firmado em dezembro de 2007 com a Loma Hermosa, holding controladora da companhia argentina. O negócio marcou a entrada da Marcopolo no mercado argentino de ônibus urbanos.
______________________________________________________________________________

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...