quarta-feira, 11 de maio de 2011

Empresas já investiram R$ 3 milhões na compra de novos ônibus adaptados

Mais de R$ 3 milhões foram investidos na compra de 15 novos ônibus adaptados para pessoas com necessidades especiais, pelas empresas Cidade das Hortênsias, Cascatinha e Petro Ita, as quais não entraram no processo de intervenção. Em Petrópolis, mais de 39 mil moradores com algum tipo de deficiência física ou motora enfrentam a falta de acessibilidade, que será reduzida com a adaptação do transporte público. A previsão dos proprietários das viações é de que até 2014 toda a frota dos coletivos públicos esteja de acordo com as especificações da portaria 260 do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro).
Apenas nas viações Cascatinha e Petro Ita, 13 novos veículos foram adquiridos, totalizando R$ 2,6 milhões. Na empresa Cidade das Hortênsias, foram investidos mais de R$ 500 mil na compra de dois novos ônibus com plataforma elevatória veicular, que cobrem as linhas Ponte da Samambaia x Terminal Itamarati e Loteamento Samambaia x Terminal Itamarati, além de oito coletivos terem sido adaptados, com as melhorias nos assentos, iluminação interna, degraus, roletas e comunicação visual. “É importante que essa mudança aconteça nos 31 coletivos da nossa frota para dar mais mobilidade a todas as pessoas com necessidades especiais da cidade. Eles poderão trafegar sem restrições, utilizando o transporte público para ir ao banco, à escola, ao lazer com maior facilidade. Acredito que muitos deficientes deixam de sair de casa devido à falta de condução adequada, mas o objetivo é transformar isso através das adaptações nos ônibus”, falou a assessora da diretoria da Cidade das Hortênsias, Patrícia Salvini.
Patrícia destaca ainda que apesar das empresas estarem adequando os coletivos às normas exigidas, a situação geográfica do município é um importante ponto negativo à acessibilidade das pessoas com necessidades especiais. “Petrópolis é uma cidade com muitos morros e ladeiras, o que dificulta a descida do elevador e acesso dos deficientes, mas isso não é culpa de ninguém. Acredito que com o tempo que os veículos adaptados estiverem circulando nas ruas, os próprios usuários e motoristas poderão sugerir a melhor parada para os pontos de ônibus e vamos juntos conseguir melhorar cada vez mais o serviço prestado”, acrescentou a assessora.
Para oferecer um serviço adequado aos usuários com necessidades especiais, a Cidade das Hortênsias está oferecendo treinamento de capacitação para os 79 motoristas da empresa, durante os próximos 15 dias. “Além dos profissionais que operam os veículos já adaptados, todos os motoristas serão treinados para operar corretamente os equipamentos disponíveis”, finalizou Patrícia.
O prefeito Paulo Mustrangi destacou em reunião na última sexta-feira, na sede da subprefeitura, em Itaipava, a entrega dos 11 novos ônibus adaptados para o transporte de pessoas com necessidades especiais pelas viações Cascatinha, Petro Ita e Cidade das Hortênsias. “A mudança em prol da população é o que mais queremos que aconteça. Fico feliz em ver que essas empresas tenham esse olhar. Tenho certeza que vamos mudar para melhor o transporte público da cidade. Quero agradecer ao Izidro e ao Salvini (empresários donos das empresas) pelo empenho em melhorar a condição de acessibilidade e locomoção destas pessoas”, disse.
Mustrangi lembrou que herdou um sistema público em condições precárias, sem renovação, e que mantinha como maiores prejudicados os usuários dos ônibus. “Herdamos um modelo totalmente insustentável, fruto da omissão histórica de governos passados e de alguns empresários do setor. Quando chegamos, o caos estava instalado e os principais prejudicados eram justamente aqueles que realmente dependem do transporte coletivo. Então, fizemos o que ninguém, antes, teve coragem de fazer, assumimos a responsabilidade, mesmo sabendo que, durante o longo processo de intervenção e de preparação da nova licitação, teríamos que nos comprometer e garantir à população seu direito de ir e vir, de acesso ao trabalho, estudo e lazer, mas hoje estamos construindo um novo tempo para o transporte e tenho certeza que vamos chegar ao objetivo maior, que é mudar a realidade de quem depende do sistema público de locomoção”, concluiu o prefeito.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...