quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Uso de GPS em utilitários coletivos tem resultados satisfatórios

Diretor do Departamento de Transporte analisa relatórios.
A Prefeitura de Indaiatuba - por intermédio do Departamento de Transporte Coletivo, vinculado à Secretaria de Administração - contabilizou os resultados alcançados pela Viação Guaianazes com a utilização do GPS nas linhas 303 e 305.
O teste foi iniciado no começo de agosto e teve o objetivo de melhorar o atendimento a população com o monitoramento em tempo real dos itinerários, velocidades e rotas realizadas pelas linhas.
Os equipamentos foram instalados pela empresa M2M Solutions, especializada no segmento de monitoramento, rastreamento de veículos urbanos e rodoviários. De acordo com o diretor do Departamento, Silvio Roberto Lima, vários relatórios foram gerados. “Foram emitidos relatórios analíticos da operação por veículo e por dia; de viagem comparando horário programado com relação ao horário realizado; de passagem por ponto contendo horário e velocidade, frequencia de viagens por faixa horária e sentido e viagens executadas”, ilustra Lima.
A prefeitura teve acesso aos relatórios e percebeu um resultado satisfatório. “Tivemos um grande retorno com a utilização do GPS, vimos que 92% das viagens programadas na linha 305 (Jardim João Pioli/Morumbi) foram realizadas e 86% das viagens programadas na linha 303 (Cobre/Cidade Nova)”, relata Lima e explica. “O contrato prevê dez minutos de tolerância e toda viagem realizada dentro dessa tolerância contabiliza como viagem programada realizada, o que não significa que a viagem não foi realizada com atraso ou com outro veículo”, conta o diretor do Departamento de Transporte Coletivo.
Outro ponto destacado pelo Departamento é o controle da velocidade dos veículos. “Uma das grandes reclamações da população era a velocidade acima do permitido dos ônibus da Viação Guaianazes, nos utilitários com o GPS a velocidade também foi controlada, pois o ciclo do itinerário foi ajustado e assim os ônibus se mantiveram na velocidade adequada sem a preocupação de que não iria dar tempo de cumprir o horário”, diz Lima.
Para analisar o melhor custo e benefício à Viação Guaianazes fará mais um mês de teste, desta vez com a empresa Auttran, que desenvolve equipamentos e softwares para a otimização do transporte desde 1996. Recentemente foi realizada uma reunião entre a empresa e o Departamento de Transporte Coletivo com o objetivo de conhecer as particularidades do transporte em Indaiatuba e apresentar um sistema que permite o cumprimento de até 99% dos horários e trajetos. “Agora será definido a linha onde será testado o GPS da empresa Auttran, após os testes a Viação Guaianazes irá analisar o custo e benefício entre as empresas e fazer o requerimento para a instalação do monitoramento em toda a frota”, esclarece Silvio Roberto Lima.
Para complementar o equipamento de monitoramento nos ônibus, a empresa Eagleray Technology irá instalar nos próximos dias uma câmera em um ônibus para teste, segundo o Departamento de Transporte Coletivo o objetivo e oferecer segurança aos usuários e tripulantes do ônibus. A Viação Guaianazes ficará com as imagens para realizar auditoria e armazenar o tempo que for necessário, o teste será realizado por aproximadamente 15 dias para análise de qualidade de imagem e áudio.
Fonte da Matéria: http://www.itu.com.br/
Site dessa imagem: quantanoticia.com.br
Material jornalístico passível de direitos autorais. Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes. Antes de reproduzir por qualquer meio, consulte sobre autorização.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...