quinta-feira, 29 de março de 2012

MAN exporta ônibus para Angola

Unidades vão operar dentro de aeroportos
Redação AB 
Nos próximos meses, a MAN Latin America entregará oitoônibus 17.260 EOT para transporte interno em aeroportos de Angola. Os veículos terão piso baixo, adequado a levar pessoas com dificuldade de locomoção. Os novos ônibus serão utilizados em Luanda e foram comprados pela Ghassist, empresa exclusiva na operação dos aeroportos de Angola. 
Cinco unidades já foram entregues pela Asperbrás, representante oficial da MAN Latin America no País, e por responsáveis da área de assistência técnica da montadora. O lote completo será embarcado até junho de 2012. “É a primeira vez que fazemos esse tipo de operação com o aeroporto e acreditamos criar um impacto positivo com esses ônibus em Angola, visto que no País ainda não temos ônibus específicos para transporte de passageiros no aeroporto. Para os próximos meses, a perspectiva é de que o cliente adquira mais oito unidades para atender às províncias de Angola”, diz Geraldo Hypólito, diretor da Asperbrás. 
Além dos treinamentos para utilização do veículo, a MAN e a Asperbrás vão oferecer ao cliente um acordo comercial com atendimento especial de pós-vendas e manutenção realizada dentro de suas instalações, com preços de peças e mão de obra diferenciados e visitas técnicas periódicas. 
O chassi Volkswagen leva a carroceria Mascarello Granvia Low Entry. Tem 12,4 metros, três portas de serviço com acionamento pneumático, ar-condicionado de teto, itinerário frontal eletrônico e câmara traseira para auxílio em marcha à ré. Todos os veículos exportados para Angola são 100% implementados no Brasil, a MAN entrega a solução completa. Em 2011 a montadora enviou 237 veículos a Angola, equipados com carroceria de carga seca, compactadores de lixo, caçambas basculantes e outros.
Adilson Dezoto entra para o board da MAN Latin America
Executivo será responsável pelas áreas de produção e logística 
Redação AB
Roberto Cortes, presidente da MAN Latin America, nomeou Adilson Dezoto como membro do board da companhia, com responsabilidade pelas áreas de produção e logística. O executivo, que era até então diretor da fábrica de Resende (RJ), passa a ocupar o posto que pertencia a Carsten Intra. Depois de três anos no Brasil, o alemão assumirá o mesmo cargo na MAN Truck and Bus, em Munique.
Graduado em engenharia mecânica pela Universidade Estadual Paulista (Unesp), Dezoto está na organização desde 1998. O executivo passou pelas áreas de manufatura e manutenção, projetos técnicos e gerenciamento de processos e foi gerente executivo de logística, SKD e Readiness da empresa. 
Além de Dezoto, compõe o board da MAN Latin America, liderado por Cortes, o diretor de engenharia Gastão Rachou; Helmut Hümmerich, de finanças; José Ricardo Alouche, de vendas e marketing nacional e serviços de pós-vendas; e Marcos Vinicius Forgioni, de vendas e marketing mercados internacionais.
MAN aumenta potência de Constellation mais vendido
Novo VW 24.280 Advantech substitui VW 24.250
Redação AB 
O novo substituto do VW Constellation 24.250, líder de vendas de caminhões no mercado brasileiro há quatro anos consecutivos, ganha as estradas brasileiras com alterações importantes com relação a seu antecessor: o VW Constellation 24.280 Advantech, apresentado na Fenatran 2011 e cujas vendas iniciaram em janeiro, ganhou 30 cavalos a mais de potência e é equipado com o novo motor MAN D08 de seis cilindros, fabricado no Brasil, que atende as novas normas de emissão de poluentes vigente desde 1º de janeiro deste ano, o Proconve 7, equivalente ao Euro 5.
A MAN Latin America, fabricante dos caminhões e ônibus Volkswagen, é a única do mercado a equipar seus produtos com a tecnologia EGR (recirculação dos gases de exaustão), que dispensa o uso do composto Arla 32, utilizado apenas com motores dotados da tecnologia SCR. Ambas reduzem os níveis de enxofre emitidos pelo veículo. Para a MAN, uma das vantagens do uso do EGR é a fácil adaptação do chassis aos diversos tipos de encarroçamentos, pois o modelo não necessita de um tanque de ureia, com isso, o veículo aumenta sua capacidade de carga mantendo o mesmo peso. 
O modelo também ganhou aperfeiçoamentos, como a nova caixa de câmbio ZF de nove marchas e sensor de proteção contra erros de operação durante as trocas das marchas. Externamente, o VW 24.280 Advantech manteve a coluna de direção com multirregulagens, piloto automático, espelho auxiliar e opcional com bancos para três passageiros. 
“Testamos nosso novo caminhão comparativamente com o seu próprio antecessor e o resultado superou nossas expectativas, porque demonstrou que nesse segmento a tecnologia de motorização será uma grande vantagem para frotistas e transportadores”, afirma Ricardo Alouche, diretor de vendas, marketing e pós-venda da MAN Latin America.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...