sexta-feira, 4 de maio de 2012

Consórcio assume administração de terminais rodoviários no Rio

O Consórcio Rio Terminais Rodoviários de Passageiros S/A, composto pela Fetranspor e Socicam Serviços e Socicam Administração e Projetos assume, a partir deste sábado - dia 5 de maio, a administração e operação dos terminais rodoviários Menezes Côrtes, Américo Fontenelle (Centro do Rio), Nova Iguaçu e Nilópolis (Baixada Fluminense). 
O grupo, que investirá mais de R$ 35 milhões em reformas e na construção de um novo terminal, foi anunciado o vencedor, em outubro de 2011, da licitação promovida pela Companhia de Desenvolvimento e Terminais Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro – Coderte (Governo do Estado do Rio de Janeiro) com objetivo de melhorar as instalações, serviços e o atendimento a população carioca nestes terminais. 
Os projetos executivos das obras serão submetidos a aprovação pelo poder concedente em até 180 dias (6 meses) e, a partir da aprovação, serão encaminhados as respectivas prefeituras para aprovação e obtenção das licenças necessárias.
Cronograma de Obras
1- Menezes Côrtes – Será o primeiro terminal a receber as reformas com previsão de duração para as obras em 12 meses.
2- Américo Fontenelle - O atual Terminal Américo Fontenelle será inteiramente demolido e reconstruído e os trabalhos vão se estender por 24 meses a partir das datas de aprovação pelo poder concedente e liberação das devidas licenças de obras fornecidas pela Prefeitura. A demolição do Américo Fontenelle somente será realizada após terem sido cumpridas todas essas etapas, o que será anunciado oportunamente e previamente a imprensa e população principalmente no que diz respeito ao local provisório para sua operação. As possíveis alterações no tráfego da região também serão realizadas em conjunto com os órgãos competentes da municipalidade e governo estadual.
3- Nova Iguaçu (Baixada Fluminense) – Será entregue até o terceiro ano do contrato.
4- Nilópolis (Baixada Fluminense) – Será entregue até o quarto ano do contrato.
Ao todo, os terminais rodoviários concedidos à iniciativa privada movimentam diariamente, mais de meio milhão de passageiros com uma circulação/dia de 6 mil ônibus.
Melhorias Previstas
O consórcio implantará melhorias nas instalações operacionais que permitirão aos usuários identificarem mudanças significativas na qualidade dos serviços ofertados, por exemplo, a otimização da operação junto as empresas de ônibus; reforma completa das instalações; aumento da segurança patrimonial (com instalação de CCO – Centro de Controle Operacional com monitoramento por meio de câmeras); otimização do serviço de limpeza e iluminação; atendimento ao usuário e a implantação de tecnologia avançada como informações em tempo real sobre tempo de espera para o embarque e notícias, através de TVs de Plasma e Painéis de LCD etc. Os terminais a serem revitalizados também possibilitarão total integração com outros modais ampliando as alternativas de mobilidade nos deslocamentos da população.
Os terminais concedidos também farão uso do sistema integrado do Bilhete Único, além de contarem com iniciativas ligadas a responsabilidade social e de utilidade pública, projetos voltados a sustentabilidade ambiental e acessibilidade. Especialmente nesse item, os terminais passarão a atender todas as necessidades dos portadores de deficiência com rampas de acesso, guichês e sanitários especiais, sinalizadores e pisos táteis entre outros.
A Coderte ressaltou que, com a concessão, as rodoviárias terão o mesmo padrão da nova Rodoviária Novo Rio, onde a iniciativa privada recentemente investiu cerca de R$ 30 milhões em obras para maior comodidade e segurança dos usuários.
Jornal do Brasil

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...