quarta-feira, 23 de maio de 2012

Foco não é precipitar falência, explica juiz sobre a suspensão da assembleia da Busscar

Credores e direção ganham prazo extra para construir saída conjunta para salvar a empresa
Claudio Loetz, Larissa Guerra, Maellen Muniz e Mariana Pereira
Passava das 17 horas de terça-feira quando o consultor jurídico Marcos Andrei, da equipe da administração judicial da Busscar, pediu para que o público que lotava a quadra do Centreventos Cau Hansen, em Joinville, fizesse silêncio para transmitir uma manifestação do juiz Maurício Cavallazzi Povoas, responsável pelo processo de recuperação judicial da fabricante de carrocerias de ônibus.
Assembleia da Busscar no Centreventos Cau Hansen_Foto:Pena Filho / Agencia RBS
Demonstrando calma, não ergueu o tom de sua voz para dar o recado: a assembleia dos credores da fabricante de carrocerias estava suspensa dali em diante, para que os advogados do grupo, credores e eventuais investidores possam construir um novo plano para tentar salvar a empresa, que tem dívidas que superam R$ 1,3 bilhão (incluindo as tributárias).
— A posição do doutor Maurício é de que todas as negociações sejam esgotadas. Que sejam ouvidas todas as propostas, que todos possam dar sua contribuição para se construir algo em comum. Temos que brigar ao máximo para que, depois, numa eventual situação de caos ou desordem social, não haja o sentimento de que poderia ter sido de outra forma —, discursou.
Depois, o consultor avaliou que a intervenção de Maurício surpreendeu pelo ineditismo e pelo interesse em dar umachance para novas conversas. 
Segundo ele, é a primeira vez que vê isso acontecer, mas foi uma atitude “louvável” por parte do juiz. 
— O quadro que estava se desenhando nesta terça era extremamente perigoso e a empresa certamente quebraria caso ele não interviesse.
A Busscar aceitou a suspensão, mas quer agilizar a votação o mais rápido possível. 
— Queremos produzir. Queremos dar uma definição para o processo. O juiz deve marcar a nova data em até 60 dias. Vamos sugerir que isso seja agendado para daqui 15 dias —, afirmou o advogado da empresa, Euclides Ribeiro S. Jr..
Antes de Andrei pedir a palavra e interromper as deliberações da assembleia, pelo menos três propostas tinham sido apresentadas aos credores. Na primeira, o advogado Fernando Buffa subiu ao palco apresentando-se como representante de um grupo de investidores chineses dispostos a injetar R$ 130 milhões na empresa. 
E adiantou-se pedindo a suspensão da assembleia por 60 dias para a construção de um plano e de uma auditoria na empresa que permitisse uma análise concreta dos dados para a aplicação do capital. Foi vaiado por boa parte da plateia, que defendia a votação terça, independentemente da proposta a ser julgada. A assembleia chegou a ser suspensa por dez minutos para que representantes da Busscar avaliassem a alternativa, que foi rejeitada.
Dinheiro de fora
Para o presidente do Sindicato dos Mecânicos de Joinville e Região, Evangelista dos Santos, a abertura da empresa para capital de fora é fundamental. 
— A Busscar não tem dinheiro suficiente para reerguer a empresa, por isso precisa captar recursos de fora. Apoiaremos qualquer proposta que traga investidores externos. Se não for dessa forma, não tem jeito —, argumenta.
Em seguida, o procurador José Boiko, representando a fornecedora Indústria e Comércio de Madeiras (Incomabra), sugeriu que o ativo operacional da Busscar fosse desmembrado para a construção de uma nova empresa – deixando as dívidas para seus atuais proprietários. As vaias aumentaram e pouca gente se manifestou favorável à ideia.
Depois, foi a vez do advogado Eros Gradowski, representando os ex-sócios da Busscar Randolfo Raiter e Valdir Nielson, propor que representantes das três classes de credores se unissem para a construção de um plano alternativo. 
— Viemos prontos para rejeitar, mas diante de tantas manifestações, queremos propor que nós possamos criar um novo caminho. 
Foi a senha para que o juiz Maurício Cavallazzi Povoas decidisse dar mais tempo para que fosse tomada uma decisão.
LEIA MAIS:

NOTÍCIAS RELACIONADAS



22/05/2012 17h44min
22/05/2012 16h58min
22/05/2012 16h31min
22/05/2012 16h16min
22/05/2012 16h05min
22/05/2012 15h37min
22/05/2012 13h49min
22/05/2012 09h43min
22/05/2012 04h02min
21/05/2012 07h58min
18/05/2012 09h13min
12/05/2012 16h05min
28/01/2012 11h28min
24/01/2012 11h48min
21/01/2012 11h20min
14/01/2012 12h13min
13/01/2012 10h46min

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...