quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Neobus entrará no segmento de ônibus rodoviários

A Neobus entrará para o segmento de ônibus rodoviários com o lançamento de uma nova linha de carrocerias previsto para o fim de novembro. Segundo seu presidente, Edson Tomiello, foram necessários três anos para o desenvolvimento da família de veículos que será produzida na planta de Caxias do Sul (RS), onde também é fabricado os modelos para veículos que rodam nos sistemas de BRT (Bus Rapid Transit).
Com a nova linha de rodoviários a Neobus acerta os últimos detalhes da transferência das linhas de modelos urbanos de Caxias do Sul para sua nova fábrica que está em fase terminal de montagem em Três Rios (RJ), cujos investimentos somam R$ 100 milhões. A nova planta, anunciada no início deste ano por Tomiello inicia as operações em janeiro próximo e será responsável pela produção dos modelos urbanos, incluindo o novo micro-ônibus CityClass que empresa encarroça para a Iveco, enquanto Caxias ficará com os rodoviários e modelos para veículos de BRT.
“A nova fábrica do Rio de Janeiro nos permitirá quase dobrar nossa capacidade atual de Caxias do Sul, que hoje produz 4,3 mil unidades”, disse. A ampliação ocorre em um momento de transição no transporte público de passageiros, avalia o executivo. “Os sistemas de BRT que estão em fase de construção em diversas cidades e capitais, principalmente aquelas que serão sedes dos jogos da Copa do Mundo em 2014, trazem um novo horizonte para o transporte de passageiros e a Neobus se orgulha em ser pioneira nesta iniciativa”.
As carrocerias Neobus para chassis desenvolvidos para os sistemas de BRT foram lançadas em abril de 2011. De lá para cá, a empresa entregou mais de 1 mil unidades, também para os sistemas de BRS (Bus Rapid Service). Atualmente, as carrocerias para ônibus BRT representam 28% de toda a produção da empresa, logo após vem micro-ônibus, com 24%, urbanos e Iveco CityClass com 20% cada.
NEOSTAR: A planta de Três Rios também abrigará a linha de produção da nova marca criada pela Neobus a partir da joint venture com a Navistar, criada em janeiro deste ano, a Neostar. Serão produzidos modelos de miniônibus para abastecer tanto o mercado brasileiro quanto o norte-americano. Segundo Tomiello, a parceria rendeu a abertura do mercado dos Estados Unidos para os negócios da Neobus: os ônibus rodoviários que serão lançados em novembro também contemplam as normas que permitem sua expansão internacional.
“A demora na criação dessa família de rodoviários foi justamente para adequá-los não só para o Brasil, mas visando os mercados da América do Norte”, conta.
Entre 2013 e 2014, a Neobus pretende lançar sua linha de rodoviários no México, e posteriormente, atuar nos Estados Unidos, casa da Navistar, principalmente no segmento de pesados.
Fonte: Automotive Business

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...