sábado, 17 de novembro de 2012

Campo Grande ganha 25 novos ônibus confirma Consórcio Guaicurus

A Capital vai ganhar 25 novos ônibus, sendo que cinco são de modelos articulados com ar-condicionado. A frota será aumentada devido à assinatura da ordem de serviço que autoriza o Consórcio Guaicurus a iniciar a exploração do transporte coletivo na cidade, já dentro da nova formatação estabelecida na licitação concluída em outubro. O documento prevê que a frota seja aumentara de imediato.
A ordem de serviço foi assinada na ultima quarta-feira, 14 de novembro, às 14 horas, no Centro de Educação Ambiental (CEA) Polonês, que fica no Carandá Bosque. O contrato ainda diz que as empresas terão de comprar 60 novos ônibus no término do primeiro ano, além de repor os veículos que atingirem cinco anos de uso. Atualmente, Campo Grande possui 545 ônibus em circulação.
O diretor da Agência Municipal de Transporte e Trânsito, Rudel Trindade, informou que o modelo de ônibus articulado que será colocado em circulação custa em torno de R$ 1 milhão. O veículo já está adequado para circular nos corredores de transporte coletivo previstos no Projeto de Mobilidade Urbana.
De acordo com a assessoria da prefeitura, o novo modelo de ônibus mede 2,30 metros de altura por 2,60 m de largura e tem a capacidade de transportar 120 passageiros, 92 sentados. Já o atual tem 2,10 m de altura por 2,50 m de largura e transporta até 90 passageiros.
O Consórcio Guaicurus, que vai explorar o serviço de transporte por 20 anos, com possibilidade de prorrogação por mais 10 anos, é composto pela Viação Cidade Morena (empresa líder), Viação São Francisco, Jaguar Transportes Urbanos e Viação Campo Grande. Essas empresas, atualmente, formam a Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano, Assetur.
A assessoria ainda informou que o Consórcio vai pagar R$ 20 milhões para explorar o serviço, sendo 30% serão pagos na assinatura do contrato, 20% dentro de 60 dias e os 50% em 50 parcelas mensais.
O consórcio terá de investir R$ 800 milhões no setor, sendo R$ 40 milhões terão que ser injetados imediatamente. Dentre as exigências, estão a implantação do sistema de informações georreferenciadas, a padronização das estações de pré-embarque e a disponibilização de 600 ônibus, todos com acessibilidade e câmeras de monitoramento.
Fonte: Bruno Chaves - Capital News (www.capitalnews.com.br)

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...