domingo, 17 de fevereiro de 2013

Justiça apreende 66 ônibus da empresa VCA


Não pagamento de financiamento motivou mandado de apreensão
Ônibus de Aracaju e Salvador foram apreendidos (Fotos: Monique Garcez/ Portal Infonet)
Veículos foram estacionados em terreno em frente a Escola de Aviação Civil
Problema com financiamento é o motivo da apreensão
Por meio de mandado de busca e apreensão, oficiais de justiça apreenderam no início da manhã deste sábado, 16, 66 ônibus da empresa Viação Cidade de Aracaju (VCA), sendo 44 da cidade de Aracaju e 22 de Salvador (Ba). O motivo, segundo funcionários, é o não pagamento do financiamento feito para compra de novos veículos e questões trabalhistas.
Os ônibus, em sua maioria estacionados em terreno localizado em frente à Escola de Aviação Civil, também foram levados para o pátio da Polícia Rodoviária Federal, localizada na avenida Maranhão.
Reunidos em frente à sede da empresa, funcionários alegaram que o não pagamento do financiamento é apenas um dos problemas pelos quais a VCA passa. “Eles descontam nosso fundo de garantia e INSS e não repassam o valor para o governo. Além disso, estou na empresa há 15 anos e só tenho cerca de R$ 2 mil de fundo de garantia”, desabafa J. G. S..
Já outro funcionário, que também prefere não ser identificado, revela que quando leva atestado para a empresa, seu salário ou seu ticket é descontado. “Eles dizem que o atestado é falso. Sabe quem é o médico da empresa? É um mecânico”, afirma.
A respeito das horas de trabalho, os funcionários relatam que o valor estipulado sempre ultrapassa. "Eles trabalham de 9 a 10 ou 11 horas por dia, quando o certo é trabalhar durante sete horas, sendo que uma hora é para descanso”, comenta o vereador Adriano Oliveira (PSDB) [ex-presidente do Sindicato dos Rodoviários], complementando que, quando o horário de trabalho é ultrapassado, o trabalhador não recebe hora extra.
Queixando-se também das condições de pagamento das férias, os funcionários relatam que a remuneração só aparece na folha de pagamento no mês posterior ao período de descanso. “Eu mesmo saí de férias no dia 1º de outubro, e só recebi no dia 7 de novembro”, destaca J. G. S..
Outro trabalhador diz que ainda que funcionários com problemas de saúde são demitidos de maneira informal, e que, com relação aos ônibus apreendidos, há suspeita de que os 22 de Salvador estejam na capital sergipana.
VCA
A equipe do Portal Infonet foi até a empresa para conversar com algum responsável, porém a informação passada por um vigilante é que não havia ninguém que pudesse esclarecer o fato. Nossa equipe também tentou entrar em contato por telefone, mas não obteve êxito. Permanecemos à disposição por meio do número (79) 2106-8000 e pelo e-mail jornalismo@infonet.com.br.
Funcionário mostra folha de pagamento
Ação da justiça ocorreu pela manhã
Por Monique Garcez e Aldaci de Souza

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...