quarta-feira, 10 de abril de 2013

Eletra ganha contrato para equipar 60 trólebus

A Eletra, que fabrica sistemas de tração para veículos de transporte público urbano, ganhou contrato para equipar 60 trólebus que serão entregues até setembro para a operadora Ambiental Trans, de São Paulo.
A empresa vai produzir sistemas de tração autônomos - que permitem o deslocamento do veículo por até sete quilômetros sem rede aérea - para 50 trólebus de 15 metros, cujo chassi é da Scania e a carroceria da Induscar /Caio.
Cada unidade com sistema autônomo custa cerca de R$ 950 mil e o total do contrato é de R$ 13,6 milhões. "Quase todas ocorrências que interrompem a rede são por trechos de no máximo três quilômetros. Além de evitar interrupção do sistema, os trólebus com autonomia evitam a eletrificação das garagens, já que podem se locomover sem rede", diz Iêda Maria Oliveira, gerente da Eletra.
Os veículos possuem três eixos e capacidade total para 101 passageiros, oferecendo, como facilidade de acesso, piso baixo e rampa para cadeiras de rodas.
O pedido fechado pela Eletra inclui ainda a produção de dez sistemas de tração para trólebus de 12,5 metros. Nesse caso, o chassi é da MAN e o sistema não é autônomo. A capacidade total é de 96 passageiros.
A Eletra, no mercado há mais de 30 anos, equipa 300 trólebus em operação na Grande São Paulo, além de cidades como Rosário, na Argentina, e Wellington, na Nova Zelândia.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...