sexta-feira, 5 de julho de 2013

O novo ônibus do Corinthians

Com motor traseiro de 380 cavalos e PBT de 19 toneladas, o chassi é ideal para projetos que privilegiam carrocerias customizadas e transportes rodoviários de longa distância. O ônibus “Mosqueteiro” teve seu visual escolhido por meio de uma campanha digital da Iveco que alcançou, durante 15 dias, mais de 47 milhões de pessoas nas redes sociais.
Por Bagarai
A entrega do Eurorider ao Corinthians faz parte das ações de pesquisa de mercado da Iveco no segmento de ônibus com 19 toneladas de PBT.
O novo ônibus do Corinthians (foto Aguinaldo Pedro / Ofício da Imagem)
O novo ônibus do Corinthians (foto Aguinaldo Pedro / Ofício da Imagem)
Apesar de sua vocação rodoviária, o chassi Eurorider também irá atender, futuramente, aplicações urbanas em ônibus do tipo Padron e articulados, incluindo os modelos para BRT (Bus Rapid Transit).
“O Eurorider se destina a um mercado de ônibus que hoje representa cerca de 11% dos modelos vendidos no Brasil em 2012 e que, segundo a Anfavea, ficou em torno de 4.000 unidades no ano passado. Porém, estimamos que, até 2018, este market share de ônibus rodoviários chegará a 16% do total vendido. Esse aumento será movido pela expectativa de maior demanda no setor de turismo no Brasil, em virtude dos grandes eventos esportivos e de seu legado econômico”, diz Alcides Cavalcanti, diretor de Vendas da Iveco Latin America.


Na América Latina, ele será produzido em Sete Lagoas, Minas Gerais. Porém, a unidade de Córdoba, na Argentina, poderá ser acionada para o caso de negócios fechados com clientes do exterior. Ainda não há uma data definida para o início da produção em escala. Além do ônibus entregue ao Corinthians, o Eurorider está rodando em clientes da Iveco na Europa que possuem frotas urbanas e rodoviárias.

O Eurorider estará disponível nas versões 4×2 (PBT de 19 t) e 6×2 (PBT de 25 t) com chassi tipo bogie, ambas com dois ou três eixos. O chassi poderá receber encarroçamentos de uso para Fretamento e Rodoviário de 12m e 13,2m (na tração 3×2), e de até 14m (na tração 6×2). De acordo com a necessidade do cliente, as transmissões poderão ser mecânicas, automatizadas ou automáticas.

Outra novidade do veículo está no trem de força. O “Mosqueteiro” é impulsionado pelo motor Iveco FPT Cursor 10, inédito no mercado nacional. Com 6 cilindros em linha, o propulsor é adaptado para a normativa Euro 5 (com tecnologia SCR) e entrega 380 cavalos de potência e um torque de 1.600 Nm a 1.000 rpm. Na Europa, este mesmo motor equipa a luxuosa linha de ônibus Iveco Irisbus Magelys, voltada ao transporte rodoviário. A transmissão que equipa o ônibus é a mecânica ZF de 6 marchas.
O novo ônibus do Corinthians (foto Aguinaldo Pedro / Ofício da Imagem)
O novo ônibus do Corinthians (foto Aguinaldo Pedro / Ofício da Imagem)


Para atender o time campeão da Copa do Mundo de Clubes da FIFA, o novo ônibus do Corinthians, encarroçado pela Neobus, é também um campeão em itens exclusivos de conforto. No interior, jogadores e comissão técnica poderão se beneficiar de Cromoterapia, um sistema de luzes de LED que fornece diversos tipos de cores para relaxamento pré e pós-jogo. O modelo conta ainda com uma poltrona que vira cama, desenvolvida especialmente para atendimento médico de atletas lesionados. Todas as poltronas são “Super Soft”, feitas em tecido e extremamente confortáveis, além de possuírem carregadores de celulares e controles individuais de iluminação (sensível ao toque) e áudio.

O ônibus traz também três monitores LCD, dois com 15’’ e um maior, no início do corredor, com 21’’. As oito poltronas iniciais são destinadas à comissão técnica e à diretoria, com um espaçamento maior entre as pernas para aumentar o conforto.

Outros itens que compõe o “Mosqueteiro” são uma geladeira, uma cafeteira, um sanitário, sistema de Wi-Fi e ar-condicionado – um para os passageiros e outro para o condutor, com controles de temperatura separados. O motorista também se beneficia com a tecnologia e conta no painel com o Sistema Multiplex, um conjunto de comandos touch-screen em uma tela de 9” que permite o controle de 63 funções do ônibus (como controlar a Cromoterapia, o ar-condicionado dos passageiros e da cabine do motorista, etc.). O sistema também dispõe de uma câmera de ré e sensores de estacionamento.

Na parte externa, o design frontal da carroceria diminui o impacto aerodinâmico do vento, o que auxilia na redução de consumo de combustível. Todos os faróis dianteiros e traseiros são de LED. E na chave de ignição, o motorista tem o comando de abrir e fechar da porta de entrada bem como o travamento de todo o veículo. As laterais da carroceria são feitas em alumínio. O teto, parte frontal e traseira são de fibra de vidro, e para as partes estruturais foi utilizado aço galvanizado.

Reações:

1 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...