quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Caso Transmil

A empresa Trans1000 pode sair de circulação ainda neste dia 21.
Informação divulgada, no final da noite de ontem (20), no Portal Historia Urbana dá conta que as linhas operadas pela empresa Trans1000 serão repassadas para as empresas Nossa Senhora da Penha e Flores, ainda nesta quarta, 21 de agosto.
Ainda de acordo com o portal, com o repasse das linhas, a empresa encerra de vez as suas atividades, após também já ter repassado as linhas do setor Queimados para a Transportes Blanco
A N.S. da Penha,Flores,Transportes Blanco, Master e Nilopolitana (No caso de não apresentação dos carros segundo convocação do Detro por parte da Flores) podem também vir a assumir linhas da Trans1000 em carater emergencial.
Ainda não há nenhuma informação oficial e nem tampouco declaração ou nota divulgada pelo DETRO, órgão do Governo do Estado, que regula as linhas intermunicipais de ônibus
Um Breve Histórico...
Surgida de uma cisão da Transa; que deixou o setor Baixada para se concentrar, com outro código numérico, em Três Rios, a Trans1000 começou com uma frota respeitável, herdando a boa performance da antecessora , com parte da frota dotada de ônibus rodoviários.
No início dos anos 2000 a empresa entrou numa séria crise financeira que se estende até hoje, o que a faz não ser bem vista por seus passageiros que reclamam constantemente do péssimo estado de conservação e manutenção dos coletivos. A empresa também é campeã de apreensões do DETRO. As últimas aquisições da empresa também são motivo de reclamação dos passageiros, pois sua frota é normalmente renovada com ônibus usados.
No dia 28 de março de 2012 o deputado federal Simão Sessim cobrou do governador Sérgio Cabral, a abertura de concorrência pública fazendo com que as empresas interessadas possam se candidatar a concessão do serviço aos moradores de Mesquita e Nilópolis. O próprio governador enviou uma mensagem ao deputado Sessim dizendo que serão abertas as licitações.
Mais recentemente, o Prefeito de Nilópolis, Alessandro Calazans, cobrou ações por parte do Secretário de Estado de Transportes Júlio Lopez, que prometeu resolver a questão, inclusive, com uma nova licitação

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...