terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

P.Sul ganha novos ônibus

Depois de uma longa jornada de muita luta, reclamações e de descaso com a população do Setor P.Sul de Ceilândia, enfim, na manhã desta segunda-feira (17/02), foram entregues cem novos ônibus para o moradores da região. A entrega e o imediato funcionamento dos veículos foram acompanhados pelo deputado Chico Vigilante, pelo secretário de Transportes José Walter Vazquez e pelo diretor-geral do DFTrans Marco Antônio Campanella.
A luta por ônibus de qualidade e que cumprissem o horário é antiga, por parte dos moradores do P.Sul, e, desde o princípio, tem sido acompanhada pelo distrital que foi pessoalmente ao terminal do P.Sul para conferir a chegada dos novos veículos, na madrugada desta segunda-feira.
“Eu moro aqui no P.Sul desde 1982, sempre tivemos problemas. Para pegar ônibus precisávamos subir até a Guariroba. Há quase dois meses estavam boicotando o transporte dos passageiros do P.Sul. Por determinação do governador Agnelo Queiroz, a partir de hoje, não teremos mais esse tipo de problema”, declarou Chico Vigilante.
O deputado afirmou que todo o processo de acabar com o cartel do transporte público do Distrito Federal é fruto da luta do governo e particularmente sua. “Isso é uma vitória da população e do nosso governo. Essa foi uma batalha minha e agora conseguimos colocar novos ônibus a serviço dos moradores do P.Sul”, comemorou Chico.
O vigilante John Magno, 28 anos, usa diariamente o sistema de ônibus e conta como era a rotina até a chegada dos novos ônibus. “Eu tinha que esperar o transporte pirata, pois do contrário eu acabava me atrasando. Os ônibus eram velhos e quebravam frequentemente. As pessoas desciam tão indignadas que queriam quebrar e colocar fogo”, relata o trabalhador.
O diretor-geral do DFTrans conta que já são quase 2 mil novos ônibus e explicou o motivo que atrasou a entrega dos carros da Viação Marechal. “O grupo Planeta estava rodando com uma menor quantidade de carros e desativando suas operações sem a autorização do DFTrans e do governo. Além do mais, houve dificuldade com relação a mão de obra. A Planeta foi uma das empresas que mais recebeu dinheiro do governo para sanar suas dividas com os trabalhadores, mas não estava liberando a verba indenizatória e a rescisão de contrato para que eles pudessem ser transferidos para a nova empresa”, explica Campanella.
Segundo o diretor, todas as linhas já contam com o sistema de integração, que dá direito ao passageiro de, em um período de duas horas, entrar e sair de qualquer ônibus ou Metrô pagando apenas uma passagem, caso esteja usando o Cartão Cidadão. Com isso, o usuário não precisa ficar refém em caso de atraso. Em três meses o DFTrans registrou cerca de 120 mil integrações e a tendência é que o número aumente com ampliação do número de novos carros.
As linhas que saem do Setor P.Sul de Ceilândia continuarão com o mesmo itinerário e passarão por um processo de racionalização.
Dia Histórico
Segundo o secretário José Walter, o dia 22 deste mês será histórico para o transporte público do DF, pois será o último dia de operações da Viação Viplan. Os ônibus que frequentemente quebravam, por problemas de manutenção serão substituídos por novos.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...