domingo, 6 de abril de 2014

Suposto novo modelo de ônibus de Fortaleza circula em redes sociais

Layout extinguiria as antigas cores, retirando o vermelho e o azul já tradicionais. Para líder do PT na Câmara, seria uma estratégia para apagar marcas da gestão passada
Imagem de um novo modelo de ônibus de Fortaleza tem circulado pelas redes sociais e causado divergências. Na tarde desta quarta-feira (2), a página Fortalbus divulgou o layout que extingue as antigas cores, retirando o vermelho e o azul já tradicionais.
Suposto novo padrão de ônibus de Fortaleza é compartilhado no Facebook (FOTO: Reprodução Facebook Fortalbus)
Suposto novo padrão de ônibus de Fortaleza é compartilhado no Facebook (FOTO: Reprodução Facebook Fortalbus)

Tal modelo aposta no branco, como tonalidade predominante, e no verde claro, que até lembra os carros da Guarda Municipal e da Autarquia Municipal de Trânsito (AMC). A imagem traz o nome de cinco consórcios municipais: Transleste, Antônio Bezerra, Messejana, Parangaba e Expresso 05.
O Tribuna do Ceará entrou em contato com a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza(Etufor), que não confirmou a mudança do padrão dos ônibus da capital cearense. O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus) também não confirmou o layout divulgado e ressaltou que o órgão da prefeitura é o responsável pela padronização.
Questão política
Para o líder do PT na Câmara Municipal de Fortaleza, Guilherme Sampaio, essa pode ser mais uma questão de apagar marcas da gestão municipal passada, caso o novo padrão seja mesmo confirmado pela prefeitura local. “Inclusive, o layout já era esse antes mesmo da Luizianne Lins. Não há nenhuma associação à gestão da prefeita. O modelos vem da gestão do Juraci Magalhães”.
Guilherme enfatiza que observa uma tentativa de apagar as políticas e símbolos da antiga gestão. Dentre as políticas públicas deixadas em segundo plano citadas pelo vereador, estão o Hospital da Mulher, o orçamento participativo, as políticas afirmativas de minorias e o propósito dos Cucas.
“[Essas mudanças] se tornam danosas na medida em que elas fragilizam ou suspendem políticas sociais que são importantes para a sociedade criadas em governo anterior. A cor é secundária, mas não deixa de revelar uma intenção política, uma insegurança”, conclui.
Análise do layout
Professor de Publicidade da Universidade Federal do Ceará (UFC), Chico Neto publicou em seu perfil do Facebook críticas em relação ao suposto layout dos ônibus de Fortaleza. “Apesar de gostar da concisão gráfica e considerá-la mais bela que a atual configuração visual dos nossos ônibus coletivos, talvez a maior falha da proposta seja a sua simplicidade exagerada”, opinou.
Dúvida sobre mudança de layout dos ônibus de Fortaleza é gerada entre internautas (FOTO: Falcão Jr)
Dúvida sobre mudança de layout dos ônibus de Fortaleza é gerada entre internautas (FOTO: Falcão Jr)

A atual cor azul ajudaria aos usuários do transporte público a identificar e distinguir os ônibus dos demais. Além disso, o novo modelo não traz referências que identifiquem ou retratem a cidade, que seriam relevantes para a afirmação cultural.
“É possível criar um dicionário visual claro e conciso de cores e formas que ajudam no design de sinalização e rápida identificação do nosso transporte público – indicando a cinética das rotas, integrações e destinos –, fazendo com que a comunicação visual provenha um benefício social de imediata efetividade”, considerou.
Essa e mais outras opiniões estão sendo publicadas nas redes sociais. Entre pessoas a favor e contra a questão do uso das cores, ou divergência política enquanto ao suposto padrão imposto, ainda permanece a incerteza da mudança. Se os ônibus que constituem o transporte público de Fortaleza vão mudar, só os próximos capítulos dirão.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...