terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Nova Iguaçu e Nilópolis vão ganhar novos terminais de ônibus

NOVA IGUAÇU / NILÓPOLIS - A imagem do terminal de ônibus degradado, aumentando o sofrimento da longa espera pelo coletivo, está perto do fim para passageiros de Nova Iguaçu e Nilópolis. As duas cidades vão ganhar estruturas novas e modernas para atender aos aproximadamente cem mil usuários diários.
Os dois projetos estão em fase de aprovação e a próxima etapa será a abertura de licitação para escolha da empresa que tocará as obras. Elas estão previstas para começar no primeiro semestre de 2015 e devem ficar prontas em até dois anos.
CIDADE TERÁ RODOVIÁRIA
Os custos serão bancados pela Socicam e Fetranspor, que têm R$ 60 milhões para investir nas quatro estruturas administradas pelo Rio Terminais. As outras são o Menezes Cortes e o Américo Fontenelle, no Rio, que também serão reformados.
— A proposta é modernizá-los e revitalizá-los, já que são da década de 70 e tiveram poucos investimentos desde então — explica Bruno Martins, gerente operacional da concessionária.
O primeiro a entrar em obras será o de Nova Iguaçu, por onde passam, diariamente, 90 mil pessoas. O atual, no Centro, será totalmente remodelado e a intenção é transformá-lo numa rodoviária. Do local já partem ônibus para São Paulo e Santos e, segundo Martins, a ideia é ampliar o serviço, oferecendo condições para que a Agência Nacional de Transportes Terrestre e o Detro autorizem a criação de mais linhas para outros estados.
Já o terminal de Nilópolis, também no Centro da cidade, terá estacionamento para cerca de 90 veículos. É mais do que o dobro da capacidade atual, de 40 carros. Nos dois casos, os atuais quiosques existentes serão substituídos por lojas.
Passageiros aprovam
No terminal de Nova Iguaçu, eram poucos os usuários de ônibus que sabiam da novidade na última sexta-feira. Eles aprovaram a ideia, mas aproveitaram para fazer algumas exigências.
— Vão modernizar esta rodoviária mesmo? — desconfiou a bióloga Márcia Nunes, de 49 anos: — Tomara que coloquem mais ônibus para o Noroeste Fluminense. Vou para lá visitar a minha família quase toda a semana e só tem viagem às sextas.
Márcia também pede um banheiro com melhores condições. Já o maître Fernando Santos, de 53, acha que a nova rodoviária devia ter bancos para os passageiros.
— Gostei da ideia de modernizar o espaço, está precisando. Seria bom ter mais lojas para passarmos o tempo enquanto esperamos o ônibus — disse Fernando.
Vendedora do quiosque de biscoitos que fica dentro da rodoviária, Letícia da Silva, de 25, espera que a nova estrutura tenha também mais segurança:
— Só temos um segurança à noite, então ficamos totalmente desprotegidos. Um dia, um homem entrou aqui transtornado e nos assustou bastante. E não veio ninguém para expulsá-lo. Deu muito medo.
Via jornal Extra

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...