sábado, 28 de março de 2015

Cidades globais se unem para "limpar" frotas de ônibus

Ônibus Transmilênio em Bogotá, na Colômbia: cidade é reconhecida pela inovação no transporte.
Nesta sexta-feira (27), prefeitos de algumas das maiores cidades do mundo reuniram-se em Buenos Aires, no Fórum Latino-Americano de Prefeitos do C40, para demonstrar liderança na luta global contra as mudanças climáticas.Durante o encontro, 20 cidades comprometeram-se a usar ônibus urbanos mais limpos e não poluentes.
Juntas, essas cidades representam uma frota total de 114.655 ônibus em todo o mundo até 2020. Se todos estes fossem substituídos por ônibus com emissões zero, a redução de emissões seria equivalente a 1,78 milhão de toneladas anuais.
Na lista das cidades latino-americanas que assinaram a Declaração do C40 de Intenções para Ônibus Urbanos Limpos aparecem Bogotá, Buenos Aires, Caracas, Curitiba, Cidade do México, Quito, Salvador e Rio de Janeiro. 
Com a declaração de intenções, as cidades esperam mobilizar fabricantes globais, operadores de transportes públicos, empresas de leasing, bancos multilaterais de desenvolvimento e outras agências de financiamento que apoiem as ambições das cidades em "limpar" o transporte urbano coletivo.
A ideia é superar os custos e a falta de financiamento que servem como barreiras à contratação em massa de ônibus de baixa emissão, atualmente.
Pelos cálculos do Prefeito do México, Miguel Ángel Mancer, as cidades latino-americanas esperam comprar cerca de seis mil desses ônibus menos poluentes, o que representaria um investimento de dois bilhões de dólares e uma economia de 65 mil toneladas de dióxido de carbono ao ano.
"Cidades latino-americanas são amplamente reconhecidas como líderes mundiais no setor de transporte urbano. E a implementação e promoção de sistemas limpos de transporte de massa nos centros urbanos não só reduz as emissões e melhora a qualidade do ar, mas também tem o potencial de melhorar a qualidade de vida e inclusão social, conectando pessoas a oportunidades econômicas", disse Mancer.
10 cidades no mundo com projetos "verdes" inspiradores
Veja soluções inovadoras para desafios tão comuns às grandes metrópoles, como a poluição, a gestão do lixo, o desperdício de energia e o caos dos transportes
Elas dão exemplo
Pouco mais da metade da população mundial já vive em cidades, movimento que tende a aumentar. Simultaneamente, a pressão sobre os espaços urbanos segue uma linha ascendente e constante, que exige respostas à altura dos grandes desafios ambientais da atualidade — das mudanças climáticas à demanda desenfreada por recursos naturais.
A busca pela qualidade de vida nas grandes cidades passa, essencialmente, pela criação de espaços urbanos mais sustentáveis.
Dessa cruzada, saem exemplos inspiradores, como os dessas 10 cidades, que trazem soluções diferenciadas para problemas tão comuns às metrópoles, como a poluição, as montanhas de lixo, o desperdício de energia e o caos dos transportes. Elas foram reconhecidas pelo prêmio Leadership Awards 2014, concedido Grupo de Cidades Líderes pelo Clima (C-40) e a Siemens.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...