sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Crescimento no uso de ônibus a etanol na Suécia consolida idéia de transporte urbano sustentável

A Suécia, pioneira no mundo na utilização em grande escala de ônibus movidos a etanol para o transporte urbano, vai incorporar até agosto de 2011 mais 158 veículos desse tipo à frota que atende a capital, Estocolmo. A exemplo dos cerca de 600 ônibus a etanol que já circulam no país, o novo lote também será produzido pela Scania, empresa que está fabricando no Brasil os primeiros 50 ônibus desse tipo que vão circular em São Paulo a partir de maio deste ano.
Os novos ônibus produzidos na Suécia serão de última geração, iguais a um dos ônibus que já circula na cidade de São Paulo em fase de testes desde 2009 e aos que vão ser utilizados na capital paulista. O primeiro ônibus, em atividade em São Paulo desde 2007 para demonstração da tecnologia, é uma versão mais antiga, que já teve sua produção descontinuada. A presença dos dois ônibus na capital paulista faz parte do Projeto Best (Bio Ethanol Sustainable Transport), ação idealizada pela União Européia (UE) com supervisão no Brasil do Centro Nacional de Referência em Biomassa(CENBIO) e apoio da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA).
“O desempenho operacional e a confiabilidade dos ônibus a etanol confirmam a viabilidade de seu uso, sem contar os benefícios ambientais que são extremamente atraentes se compararmos o etanol ao diesel,” afirma o consultor de emissões e tecnologia da UNICA, Alfred Szwarc. Em relação ao combustível fóssil, o etanol reduz as emissões de dióxido de carbono em 70%.
Para Szwarc, a nova frota de ônibus ‘verdes’ anunciada na Suécia mostra que a cidade de São Paulo está em linha com as mais modernas tendências para uso de combustíveis renováveis no transporte público. Em novembro de 2010, a Prefeitura de São Paulo assinou um protocolo de intenções, do qual a UNICA também é signatária, para introduzir os primeiros 50 ônibus a etanol na frota da cidade.
De acordo com o protocolo, os novos ônibus da Scania serão produzidos no Brasil e terão motores de última geração para atenderem uma norma internacional de controle de poluição chamada “Euro 5,” já em vigor na União Européia desde 2009 e com previsão para implementação no Brasil somente em 2012. “Na prática, já estamos nos antecipando a esta norma, que necessariamente requer o uso de diesel com baixo teor de enxofre e maior controle de emissões,” observa Szwarc.
Frota renovável
O Conselho do Condado de Estocolmo (Stockholm County Council), dono da empresa de transportes Storstockholms Lokaltrafik’s, traçou uma meta para que até 2012 pelo menos 50% de todo o transporte na cidade de Estocolmo utilize combustíveis renováveis. No final de 2009, esse percentual já era de 32%.
A Keolis Sverige, empresa concessíonária do Condado de Estocolmo que adquiriu o novo lote de ônibus, projeta que até o final deste ano 60% de seus ônibus serão movidos a combustíveis renováveis.
Nos últimos anos, a Scania também entregou ônibus a etanol para o transporte público na Grã-Bretanha, Espanha, Itália, Bélgica e Noruega. A empresa também fabrica caminhões movidos a etanol, que utilizam a mesma plataforma dos ônibus e já rodam na Suécia, Noruega e Dinamarca.
(Unica): http://www.e-usinas.com.br/

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...