domingo, 2 de janeiro de 2011

Estado vai licitar expansão da Via Light e construir TransBaixada

O governo do estado vai licitar, no início de 2011, as obras de ampliação da Via Light até a Avenida Brasil. A informação é do vice-governador Luiz Fernando Pezão. "Isso vai possibilitar uma melhoria no fluxo de veículos dentro da Baixada. Os motoristas não vão precisar mais entrar na Via Dutra para chegar ao outro lado da Baixada, em Nova Iguaçu, Mesquita e Nilópolis", completou Pezão.
Segundo o governador Sérgio Cabral, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, garantiu que ligará a Via Light ao bairro de Madureira, na Zona Norte da cidade.
"A Via Light, hoje, quase que liga nada a coisa nenhuma. Vamos estar fazendo ela funcionar pra valer. Se fizer um sobrevoo de helicóptero sobre a Via Light, parece que não tem ninguém, parece uma avenida fantasma, parece que é feriado. Só tem um trechozinho ali que tem movimento, porque não liga nada a nada. Ela tem de ter mais ligações, ter ligações que fazem as pessoas se deslocarem para valer", ressaltou Cabral.
Pezão também falou sobre a TransBaixada, uma estrada que vai aliar mobilidade com defesa ambiental. A construção da via, nas duas margens do Rio Sarapuí, vai ligar a Rodovia Washington Luiz com a Via Dutra, inicialmente, mas, segundo o vice-governador, a ideia é expandi-la até a Via Light. Financiada com recursos próprios do estado, a obra está orçada em cerca de R$ 300 milhões.
Na mesma cerimônia, Cabral ainda garantiu que vai pavimentar todas as ruas sem asfalto da Baixada Fluminense.
"Este é um compromisso meu. As pessoas só têm dignidade quando deixam de pisar na lama e respirar poeira", frisou o governador.
O vice-governador acrescentou que o governo do estado já está pavimentando mais de 200 quilômetros de ruas na região.
"O governador nos deu uma missão que vamos tirar do papel. Vamos colocar este ano de R$ 500 milhões a R$ 750 milhões em todos os municípios da Baixada em ruas que não têm asfalto", complementou Pezão.

Ônibus intermunicipais do Rio ficam mais caros a partir deste domingo
Os ônibus intermunicipais que circulam no Rio de Janeiro ficam mais caros a partir deste domingo (2). O reajuste no valor das tarifas é de 5,63%. Já a tarifa modal passará de R$ 2,35 para R$ 2,50. Porém, o valor do Bilhete Único estadual permanece no valor de R$ 4,40. O percentual, concedido pelo Departamento de Transportes Rodoviários (Detro), foi menor que o solicitado pela Fetranspor, que reivindicava um índice de 9,42%.
O reajuste da tarifa intermunicipal acontece uma vez ao ano, atendendo a uma determinação do Ministério Público que, por intermédio do promotor Rodrigo Terra, há vários anos defendia a definição de data-base, a adoção de índice oficial de reajuste de preços e a antecedência no aviso à população quando da majoração das passagens do transporte público. Desta forma, o Departamento de Transportes (Detro) estabeleceu o mês de janeiro como data-base anual para o reajuste das tarifas nos ônibus intermunicipais.
Para cálculo do percentual de reajuste é usada a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – IPCA, no período imediatamente anterior de 12 meses, neste caso, entre 30 de novembro e 1º de dezembro. Este foi o menor índice de reajuste dos preços, se comparado com o INPC de 6,08% e o IGP-M, de 10,27 deste mesmo período. Os valores das novas tarifas estão disponíveis no site do Detro, http://www.detro.rj.gov.br./

Fonte: http://www.agenciario.com/

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...