segunda-feira, 4 de abril de 2011

Em Foco: Osasco renovação da frota de ônibus é "paliativo"

Osasco recebe 20 novos ônibus e a comunicação oficial da prefeitura trouxe com grande ênfase menções para o trabalho "exitoso" de Emidio de Souza e João Paulo Cunha, afirmando que foi uma grande conquista. Mas a realidade passa por uma aparente tentativa de reparar um péssimo quadro de nossa cidade, o transporte público.
Receber 20 novos ônibus e tratar como ação de "grande sucesso" é simplesmente uma medida paliativa que dá conotações de "trabalho político emergencial" ou algum outro adjetivo que possamos juntos imaginar. Osasco precisa de melhores condições do transporte público e isso Emidio não conseguiu atender (históricamente temos melhores condições de transportes que as cidades vizinhas, mas na prática temos dificuldades singulares).
A definição de "paliativo" no dicionário Aurélio é algo que "tem eficácia momentânea e incompleta;
meios ou métodos que trazem melhoras, mas não eliminam a causa", ou seja, exatamente o que acontece em Osasco quando o assunto é transportes. 
*Nota oficial:
O prefeito de Osasco Emidio de Souza acompanhado do deputado federal João Paulo Cunha, entregou na manhã de quinta-feira, 31 de março, 20 novos ônibus (CAIO Induscar, modelo Apache Vip G2, tecnologia Mercedes-Benz OF1722M/59), que integrarão a frota das linhas municipais. Os ônibus foram incorporados às linhas operadas pela viação Osasco e atendem principalmente os usuários da zona Sul da cidade, beneficiando o Jardim Santa Maria, Veloso, Novo Osasco, Metalúrgicos e Santo Antônio.
De acordo com o presidente da CMTO (Companhia Municipal de Transportes de Osasco), Valdir Roque, a renovação da frota faz parte do contrato de concessão do serviço de transporte. “Além de novos, esses veículos contam com todas as condições de acessibilidade, garantindo transporte com qualidade e conforto aos usuários”.
Já o diretor da Viação Osasco, Antônio João Santos, forneceu detalhes sobre os novos veículos, que contam com elevador para portadores de necessidades especiais, assentos reservados para idosos, deficientes, gestantes e obesos e ainda corrimão especial, em material mais áspero, que indica aos deficientes visuais a proximidade das catracas.
“Por lei, todos os ônibus devem ter elevador até 2014. Atualmente, 60% de nossa frota já conta com esse benefício, sendo que há pelo menos um veículo adaptado em cada uma das linhas que operamos”, explicou.
Osasco está em constante renovação de sua frota. “Para as concessões nós impomos diversas condições e uma dela é a renovação da frota e a acessibilidade e isso tem sido cumprido a risca. Osasco hoje tem a frota mais nova do país com a idade média de 4 anos e meio de uso o que garante mais conforto e segurança para a população”, disse o prefeito Emidio.
A renovação da frota faz parte dos contratos de concessão do serviço. Novos ônibus já estão em circulação e atendem as linhas da zona Sul da cidade.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...