sábado, 4 de junho de 2011

Ônibus Hacker pretende circular o país para fortalecer a cidadania

Transcrito do texto de Henrique Cesar Ulbrich
Blog: Rock and a hard place
Projeto pretende realizar caravanas com 20 a 30 hackers para cobrar autoridades e criar soluções tecnológicas.
Por Kao ‘Cyber’ Tokio
Há um grupo misterioso rondando as esferas de poder da nação, espreitando em dados de congresso, senado e governo em geral. Longe de parecer uma ação terrorista, o grupo em questão é o Transparência Hacker, que incumbiu-se da missão de tornar públicas (e claras!) as informações disponibilizadas – e aquelas que não querem que ninguém veja! – pelas instâncias governamentais. Para agilizar esta busca, o grupo agora pretende deslocar-se fisicamente pelo país a bordo de um Ônibus Hacker.
“O Transparência Hacker é um grupo de ativistas que se preocupa em criar novas formas de participação política por meio da internet. Nesse grupo existem tanto hackers que dominam a tecnologia quanto hackers que querem reverter a forma como o processo político funciona, e é dessa mistura que nasce essa comunidade”, explica Daniela B. Silva, coordenadora do grupo, em vídeo disponibilizado no site Catarse.
Em 16 meses de conversações no grupo de discussão online, a comunidade acumulou 431 membros e cerca de 5.000 mensagens trocadas sobre 1.206 tópicos, de acordo com as informações divulgadas no Slideshare do grupo.
Tantas informações acabaram mostrando a importância de, mais do que desenvolver ações online, comparecer presencialmente em cidades distantes onde a população não é capaz de acompanhar as aplicações muitas vezes controversas da política local em relação à qualidade do serviço público ou da forma como os valores são utilizados pelos detentores do poder.
“O ônibus Hacker é um projeto de autonomia politica”, continua a coordenadora do grupo, informando que com a aquisição do veículo, o grupo poderá circular para além do circuito São Paulo-Rio-Brasília, polos onde o grupo já concentra atuação, em busca de cidades onde a transformação política é realmente necessária.
Recentemente, o grupo realizou ação de grande porte e visibilidade na capital federal, com o THacker Day, em parceria com o IV Congresso Internacional Governo Eletrônico e Software Livre (Consegi), onde foram desenvolvido projetos como o Otoridades – Você abe com quem está falando?, que pretende coibir os abusos de poder e o Jogo da Vida do Processo Legislativo, para traçar as diferenças entre um legislativo real e o ideal.
Agora, além do ativismo político premente nas intenções, o grupo pretende criar condições para ações de cultura digital e hackerativismo, munidos de webcam e conexões 3G e GPS, para manter contato com outros auxiliares que não estiverem presentes à caravana.
No site Catarse o coletivo informa que são muitos os projetos a serem desenvolvidos ao longo da viagem, como diversas etapas da Conferência Nacional de Transparência, Participação e Controle Social, Invasões Hackers a pequenos municípios levando os eventos Install Fest, Hackday, Workshops de Desenvolvimento e outras atividades, concentradas em um final de semana.
Daniela informa que, recentemente, o hacker Maurício Maia debruçou-se sobre as contas da Câmara Municipal de São Paulo, dispostas em um documento em PDF de grande dificuldade para comparações de dados, e converteu o material no site Prestação de Contas da Câmara Municipal de São Paulo, onde é possível pesquisar de forma dinâmica por meio de gráficos e outras informações.
Outra ação dos ativistas em 2010 apresentou como resultado a criação de um manifesto (livreacesso.org) em defesa da aprovação de uma lei de acesso às informações públicas no país.
A agenda de viagens proposta pelo grupo abrange várias localidades e deve iniciar-se já no próximo semestre, se a aquisição do ônibus for concretizada:
- Transparência Hackday Uruguai: Uruguai – Ago/2011
- Fórum de Cultura Digital: Rio de Janeiro – Nov/2011
- Consocial – Etapas Estaduais: Nov/2011-Abr/2012
- Campus Party 2012: São Paulo – Jan/2012
- Consocial – Etapa Nacional: – Brasília – Mai/2012
Para apoiar financeiramente o projeto, que até o momento conta com apenas 10% do total necessário para a empreitada, basta clicar no botão “Quero Apoiar Este Projeto” na página Catarse e escolher o login através de uma das redes sociais da qual você participa. Na página de acesso, escolha o valor a ser doado para o projeto e o tipo de recompensa que deseja.
http://henrique.geek.com.br/

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...