sexta-feira, 29 de julho de 2011

Política de transportes

O anúncio da implantação do BRS (corredor de ônibus rápido), a partir do dia 20 de agosto, nos bairros de Ipanema e Lebon, seis meses após sua adoção na Avenida Copacabana e, subsequentemente, na Rua Barata Ribeiro,marca o desdobramento de uma experiência cujos resultados se afiguram positivos, na linha de proposta voltada a assegurar a maior fluidez do tráfego e a melhoria dos transportes coletivos, corrigindo gargalos existentes e assegurando,como a realidade urbana o impõe, a racionalização do sistema como um todo.
Ao dar detalhes sobre a mudança a ser operada, a esse respeito, naqueles bairros, o secretário municipal de Transportes, Alexandre Sansão, explicou que o objetivo da prefeitura é conferir maior eficiência à utilização da frota de ônibus, oferecendo mais conforto e rapidez a quem utiliza o transporte público.Nesse sentido, informou também que o mesmo sistema, desde o início de sua implantação, já permitiu que a Secretaria registrasse um aumento, nos ônibus, de 5% do número de passageiros, os quais antes não utilizavam esse meio de transporte.
"Esse corredor consiste declarou na melhor utilização do espaço e no uso racional da via, com prioridade para o transporte coletivo.
A frota será enxugada em 10,6% dos veículos e, com isso, os ônibus ganharão mais velocidade, irão parar menos vezes, a operação ficará mais organizada com a fluidez do tráfego e teremos diminuição nos tempos de viagem.Não teremos o mesmo resultado de Copacabana porque lá a via é mais larga, mas vamos incorporar os mesmos conceitos e regras, inclusive o limite de velocidade estabelecido em 50 km\/h".
O BRS irá operar na Avenida Ataulfo de Paiva (Leblon) e na Rua Visconde de Pirajá (Ipanema), que terão uma faixa preferencial para ônibus (com 5 metros) e duas para os demais veículos.Nessas vias, como em Copacabana, apenas ônibus municipais e táxis com passageiros poderão circular pelo corredor preferencial.Os demais veículos terão que circular nas demais pistas à esquerda, permitindo-se aos mesmos o acesso a ruas transversais e a garagens à direita da via.
O representante da Fetranspor, Edmundo Fornasari,informou que entrarão circulação, na data em que o BRS vai ser implantado em Ipanema e Leblon, 40 ônibus com novo padrão tecnológico, piso rebaixado, motor traseiro, câmbio automático ou similar e suspensão pneumática, além de um sensor na porta que vai permitir que ela abra apenas no ponto de parada, sendo, portanto, um veículo já adaptado às normas de segurança e acessibilidade.
A seu ver, "a operação em Copacabana foi um sucesso porque nela se juntaram três coisas importantes: o motorista bem treinado para obedecer às regras, à sinalização e às normas da prefeitura e a população, que percebeu a vantagem.
Por isso, vamos distribuir folhetos bilingues nos hotéis e teremos pessoas nas ruas para orientar os pedestres e turistas.Quanto mais informação dermos à população, mais simples fica o serviço".
"Aprendemos com a experiência de Copacabana,a população já entendeu o conceito e está respeitando" disse por sua vez o secretário municipal de Transportes, anunciando ainda que o BRS será estendido a outras vias e bairros da cidade.
É de desejar, assim, que a iniciativa, juntando-se a outras, como a construção da Transoeste e Transcarioca, bem como a extensão das linhas do metrô, contribua efetivamente para o fortalecimento da infraestrura e a melhoria dos transportes públicos,em grau e amplitude condizentes com as demandas atuais e potenciais e a importância de que isso se reveste, na perspectiva mais ampla da própria estratégia de desenvolvimento urbano, da qual esse sistema se constitui, sem dúvida,uma pedra angular.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...