quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Governo lança programa 'Viagem Feliz'

Foto: Rachid Waqued
O governo do Estado lançou ontem (24) um programa para promover a melhoria no atendimento ao passageiro do transporte rodoviário intermunicipal de passageiros. O instrumento para atingir esse objetivo será a qualificação dos trabalhadores das empresas e das vans de transporte turístico.
Com a participação do governador André Puccinelli, a Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Mato Grosso do Sul (Agepan) e a Fundtur assinaram um Termo de Cooperação para executar o programa, chamado “Viagem Feliz - Segurança, Conforto e Cortesia nas viagens”, e firmaram Termos de Adesão com duas empresas e duas cooperativas de vans que fazem o trajeto para Corumbá e Bonito. Esses dois trechos serão os primeiros a participar da capacitação.
O governador citou que depois de décadas com a economia baseada na carne e nos grãos, Mato Grosso do Sul vem buscando diversificar as oportunidades de desenvolvimento e tem apostado na indústria “limpa” do turismo. “Com iniciativas assim, nós buscamos puxar o foco para o turismo. Nós entendemos que esse setor pode ser uma alavanca para quem, como nós, tem as belezas naturais e a aptidão”, afirmou André. “As ações e programas são para que tenhamos serviços melhores, incluindo das empresas, dos receptivos, de quem vende bilhetes”, elencou.
O diretor-presidente da Agepan, Roberto Hashioka, e a diretora-presidente da Fundtur, Nilde Brun, assinaram os acordos e adesões, envolvendo também as operadoras Empresa de Transportes Andorinha (linha Campo Grande - Corumbá); Viação Cruzeiro do Sul (linha Campo Grande - Bonito); a Cooperativa de Transporte Alternativo de Passageiros e Cooperativa de Transporte Rodoviário de Passageiros e Encomendas em Vans do Pantanal. De acordo com Hashioka, por meio desse programa a Agepan vai contribuir com outra proposta já em execução, numa parceria da Fundtur e do Ministério do Turismo, o “Parada Legal”.
“Vamos capacitar melhor os colaboradores para o atendimento dos usuários e para a manutenção efetiva, que na verdade já é executada, buscando o aperfeiçoamento”, explicou o presidente da agência reguladora. “Não há dúvida que com a capacitação no atendimento, na manutenção, na higienização dos veículos que fazem esse transporte, nós vamos ter melhoria do serviço”, ele destacou, apontando que essa qualificação também ajuda a enfrentar a concorrência ilegal do transporte clandestino e atrair usuários para o sistema regular. “É bom também para os empresários, visto que no Brasil se vende muito veículo e hoje os carros particulares fazem com que haja uma diminuição de passageiros no sistema rodoviário”, avaliou Hashioka.
A capacitação começa no dia 3 de outubro, para motoristas, cobradores, agentes de venda de passagem, administradores de terminais rodoviários, o corpo de fiscalização e pessoal de Ouvidoria da Agepan. As empresas e cooperativas irão designar os colabores para fazerem o treinamento, e a ideia é que eles atuem depois como multiplicadores dos conhecimentos. Inicialmente, o programa prevê um prazo de acompanhamento de dois anos depois da implantação, mas esse prazo pode ser estendido e a iniciativa também já poderá ir, antes desse período, para outras regiões. Hashioka antecipou que já há interesse de empresas que atuam em outras rotas – como o de turismo de compras em Ponta Porã – em se integrar ao programa.
Qualificação
A diretora-presidente da Fundtur confirmou que desde a implantação do projeto “Parada Legal”, origem do “Viagem Feliz”, há regiões interessadas em fazer parte da iniciativa. Em princípio, a proposta está em andamento em pontos de parada nas rotas “Caminho dos Ipês (Campo Grande), Bonito e Pantanal (Corumbá). A parceria com a Agepan vai complementar esse trabalho que vem sendo feito em conjunto com o Ministério do Turismo. “Nós entramos na parte de qualificação em relação ao turista, com a conscientização do atendimento. E é uma ação abrangente em que vamos tratar também do combate à exploração sexual de crianças e adolescentes”, citou Nilde. Além do enfoque no Atendimento ao Usuário dos Serviços, o programa também destaca o aspecto da Manutenção dos Veículos, tanto no trabalho preventivo, quanto nos cuidados durante a viagem. A vistoria que a equipe técnica da Agepan realiza rotineiramente nas garagens das transportadoras vai ser complementada com a capacitação dos fiscais em noções básicas para observarem, em trânsito, a regularidade das condições dos carros. É uma preocupação que vai além da parte mecânica e foca também a higiene e limpeza possíveis de serem feitas durante momentos de parada.A partir da implantação do programa, a Agepan vai criar o Selo de Qualidade “Viagem Feliz”, que será concedido às empresas de transporte de passageiros que aderirem ao programa e participarem dos treinamentos. Já a continuidade do uso do selo de qualidade dependerá da manutenção das condições da prestação dos serviços aos usuários, conforme menciona o programa.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...