terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Ligeirão vira nome de BRT carioca

O Ligeirão ganhou um homônimo da mesma cor e em tamanho menor no Rio de Janeiro. O nome do maior ônibus do mundo, que circula em Curitiba desde março deste ano, foi o definido em decreto do prefeito do Rio, Eduardo Paes, publicado nesta terça-feira, após uma consulta popular feita por veículos de imprensa da capital fluminense para batizar o BRT (Bus Rapid Transit) carioca. O BRT existe em Curitiba há mais de 40 anos e é ainda hoje conhecido mundo afora como o ônibus Expresso.
No Rio, Ligeirão virou até funk, do grupo Furacão 2000, e chegou a ser apontado no youtube como hit do momento (http://www.youtube.com/watch?v=lMKja6aQKEY). Segundo a imprensa local, a música era a aposta para que o nome Ligeirão superasse a preferência por "Expresso Carioca", que chegou a liderar a enquete popular, mas acabou pedendo a preferência dos cariocas.
Matéria publicada há cerca de dois meses no portal Extra, do grupo Globo, (http://extra.globo.com/noticias/rio/expresso-carioca-dispara-na-eleicao-para-escolha-de-nome-dos-onibus-dos-brts-3308757.html#ixzz1ej3TpYBC) informa que o funk foi encomendado pela Prefeitura do Rio de Janeiro para informar a população carioca do funcionamento dos corredores exclusivos do BRT.
“A proposta surgiu há três meses, quando representantes da prefeitura encomendaram um funk para explicar a construção dos corredores exclusivos de ônibus em linguagem simples e direta. A missão coube aos MCs Tevez, Novinho, Decão e Tonzão, que criaram o jingle "Ligeirão". A letra diz assim: "Lançamento da prefeitura, novidade pra todo povão / É o BRT, o famoso Ligeirão! É rapidinho hein! / Se tu não sabe (sic) o que é BRT, o povo vai ficar ciente / É o Ligeirão carioca com três linhas diferentes".
O Extra informa ainda que Ligeirão é o nome preferido do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, para batizar o ônibus e o corredor de transporte. No Rio, serão 39 quilômetros de pistas exclusivas e 45 estações, entre o Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão) e a Barra da Tijuca. A obra, que deve ser concluída em julho de 2012, faz parte do pacote de investimentos para a Copa do Mundo de 2014 e os jogos olímpicos de 2016, que inclui ainda os corredores da Transcarioca (em construção), Transolímpica (em licitação) e Transbrasil.
Os ônibus que vão circular no Rio de Janeiro são articulados, têm 20 metros de comprimento , 2,6 metros de largura, 90 centímetros de altura do solo até o piso, 2,20 metros de altura interna. A capacidade de transporte do BRT carioca por veículo será de 160 passageiros.
O Ligeirão de Curitiba tem de 25 metros de comprimento, 2,5 metros de altura e capacidade para 250 passageiros. São considerados os maiores ônibus do mundo. Em Curitiba o Expresso (BRT) circula por 81 quilômetros de canaletas exclusivas.
Na capital paranaense a Linha Verde Norte, que está em obras, será o sétimo corredor de transporte da cidade e vai representar a entrada em operação de mais duas linhas do sistema Expresso Ligeirão. Como ocorreu na Linha Verde Sul, com o ônibus Pinheirinho-Carlos Gomes, a etapa Norte permitirá a implantação das linhas Pinheirinho-Atuba e Atuba-Centro. A Linha Verde Norte vai ampliar o sistema de canaletas exclusivas do Expresso, de 81 para 90 quilômetros.
A implantação de mais um eixo de transporte representa na prática novas linhas de ônibus, mais integração e viagens mais curtas e confortáveis. O Ligeirão Pinheirinho-Carlos Gomes, por exemplo, atende por dia em torno de 27 mil passageiros, numa viagem de 25 minutos, dez a menos do que pelo Eixo Sul, formado pelas avenidas Winston Churchil, República Argentina e Sete de Setembro.
Pelo Brasil – No mês de agosto, o Ligeirão de Curitiba foi apresentado em Recife como proposta para circular nos corredores exclusivos que serão construídos na capital pernambucana como parte do pacote de obras para a Copa do Mundo da FIFA 2014. O megabiarticulado levado ao Nordeste pela empresa Neobus, é o modelo curitibano, movido a biodiesel B 100 e com tecnologia diferenciada. Na apresentação, destaque nos jornais pernambucanos do dia 9 de agosto, Curitiba foi citada como pioneira no transporte público.
Pioneirismo - Quando implantadas em Curitiba, a partir de 1974, as canaletas exclusivas ao transporte anteciparam o conceito globalizado do hoje chamado Bus Rapid Transit (BRT). Não demorou para a experiência genuinamente curitibana ser copiada por outras cidades brasileiras e no exterior.
Em 1977, os primeiros ônibus expressos a circular em Curitiba tinham 11 metros e transportavam em média 85 passageiros por viagem. A partir de 19 de dezembro de 1992, a capital paranaense colocou em operação os primeiros ônibus biarticulados, com 25 metros de comprimento – então de cor prata – rodaram pela primeira vez em Curitiba no eixo Boqueirão.
Na década de 1980, a capital paranaense também foi a primeira cidade brasileira a adotar o sistema físico-tarifário, permitindo o deslocamento aos mais diversos pontos da cidade, com embarques e desembarques em várias linhas, em diversos terminais, com o pagamento de uma só passagem.
Os ligeirões são movidos exclusivamente a biodiesel B 100 - 100% à base de soja – o que caracteriza o uso crescente de combustível limpo, não-mineral, em Curitiba, mais uma marca da cidade que serve de referência para cidades brasileiras e do exterior.
Fonte: Urbs/PMC

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...