quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Padronização de ônibus de Niterói dará mais conforto a usuário

No Rio de Janeiro, frota de ônibus está quase
 totalmente padronizada. Foto: Divulgação
Por: Luana Souza
Niterói poderá ter 40% da frota de 755 coletivos renovada. Novos modelos, que terão ar-condicionado, piso baixo, câmeras de segurança e adaptação para deficientes
Niterói poderá ter 40% da frota de 755 coletivos renovada, em um prazo de até cinco anos. Os novos modelos, que terão ar-condicionado, piso baixo, câmeras de segurança e adaptação para deficientes físicos, fazem parte das exigências das novas concessões dos serviços públicos de transportes da cidade, que serão padronizados. A Viação Ingá já está se adequando aos padrões. Recentemente, a empresa comprou seis modelos, que deverão estar nas ruas depois do carnaval. Até o momento, doze empresas já retiraram o edital.
Outra novidade é que os modelos de alto valor não terão mais cobradores e roletas. A entrada de passageiros será registrada por sensores. A NitTrans esclareceu que os termos operacionais não irão implicar no aumento das passagens e que os novos modelos de ônibus representam avanços em termos de sustentabilidade ambiental, pois serão veículos modernos dotados de acessibilidade plena e com ar-condicionado, que substituirão os atuais, ano a ano, até a total renovação da frota.
O superintendente do Sindicato das Empresas de Transportes Rodoviários do Rio de Janeiro (Setrerj), Márcio Barbosa, recebeu o edital da licitação sexta-feira e avaliou o Plano de Melhorias como um “projeto um tanto ambicioso por parte da Prefeitura de Niterói”, mas ainda assim foi apoiado pela entidade.
 “Apoiamos a mudança, mas ainda estamos na fase de avaliações para saber o quanto isto será oneroso com encargos e responsabilidades para as empresas de ônibus. Vamos verificar toda a parte documental e só então poderemos dizer o que isso representará para o setor”, afirmou. 
Ele adianta que as empresas não irão reduzir o número de empregados por conta da retirada dos cobradores. Ao invés disso, estas passarão a reenquadrar os funcionários em novas funções que atendam às necessidades da empresa. 
Outro fator positivo com a modernização dos sistemas é que a maior utilização do Rio Card e do Bilhete Único possa reduzir os índices de roubos a coletivos, que, de acordo com os últimos dados do Instituto de Segurança Pública (ISP), apontaram um crescimento de 27,44% dos registros, se comparado ao ano anterior. O aumento representa 129 casos. 
“A atenção de criminosos será desviada de coletivos porque haverá cada vez menos moedas nas ruas. A colocação de câmeras de segurança também servirá como subsídios para garantir a segurança pública”, disse o superintendente. 
De acordo com o presidente da Niterói Transporte e Trânsito (NitTrans), Sérgio Marcolini, o Plano de Melhorias para o Sistema Viário elaborado com a consultoria do urbanista Jaime Lerner tem o objetivo de oferecer mais conforto e qualidade no serviço prestado aos usuários. A cada ano, 50 novos veículos deverão entrar em circulação, ao invés de reduzir de imediato a frota atual. 
No dia 26 de março, as empresas serão anunciadas em uma licitação, que está marcada para acontecer na sede da Secretaria Municipal de Serviços Públicos, Trânsito e Transporte. 

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...