quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Erenice discute no TCU leilão de linhas de ônibus interestaduais

A ex-ministra da Casa Civil Erenice Guerra, afastada após denúncias de lobby e tráfico de influência envolvendo seu filho, Israel Guerra, voltou a tratar de negócios públicos, agora nos bastidores do Tribunal de Contas da União (TCU). Ela circula por gabinetes de ministros debatendo processos sobre a concessão das linhas interestaduais de ônibus, a ser lançada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) em 2013. Erenice marca audiências e transita no TCU na condição de advogada. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo, que obteve as agendas de 2012 de parte dos ministros, que confirmam pelo menos três encontros da ex-ministra, e ex-braço direito de Dilma.
Conforme o tribunal, ela não consta como representante de nenhum cliente nos processos em tramitação. Fontes dentro da Corte dizem que Erenice levantou informações e discutiu a situação de processos envolvendo a concessão. A licitação, que definirá o futuro de um setor que fatura R$ 3 bilhões anuais, esbarra no lobby das grandes viações do País, autoras de ação no TCU contra o plano de outorgas de mais de 1,6 mil linhas. Nos últimos três meses, Erenice esteve duas vezes no gabinete do ministro José Múcio, relator do processo de acompanhamento do plano de outorgas. Ela também esteve com o ministro do TCU, Walton Alencar em duas ocasiões, conforme mostra a agenda dele. Alencar é relator de outro processo, no qual a Associação Brasileira das Empresas de Transporte Terrestre de Passageiros (Abrati) pede a anulação da concessão das linhas.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...