quarta-feira, 27 de março de 2013

Após vistoria, operador do BRT Transoeste é multado em R$ 50 mil

RIO - Após vistorias realizadas nesta terça-feira, o operador do BRT Transoeste foi multado em R$ 50 mil por conta de irregularidades no sistema. Agentes da Secretaria municipal de Transportes (SMTR) encontraram problemas como intervalos irregulares e falta de conservação nas estações. Os técnicos também identificaram, em alguns momentos do horário de pico, níveis de conforto inadequados nas estações Santa Cruz, Magarça e Mato Alto.
A prefeitura determinou que os operadores aumentem a frota média diária ofertada de 81 para 86 veículos, da frota total de 91 ônibus articulados. Para isso, segundo a SMTR, é necessário que haja mais agilidade na manutenção dos coletivos.
Além da multa, a SMTR vai publicar na edição no Diário Oficial desta quarta-feira uma advertência formal aos operadores do BRT Transoeste para garantir que todas as exigências sejam cumpridas, sob pena de aplicação imediata de multa contratual.
No planejamento da prefeitura, para melhorar a qualidade do serviço ofertado no BRT Transoeste, são necessários mais 12 novos ônibus articulados, conforme foi determinado ao consórcio operador no final no ano passado. Outra medida é a execução de um retorno operacional, próximo à estação Mato Alto, para a implantação de novo serviço Alvorada-Mato Alto, o que vai reduzir a distância percorrida pelos ônibus, aumentar a frequência e, consequentemente, a capacidade de transportar passageiros. O trabalho, feito pela Secretaria Municipal de Obras, já está em andamento e deve ser concluído no mês de maio.
"Esta foi a maior multa aplicada ao consórcio operador desde a inauguração do sistema. O BRT Transoeste representa um grande benefício aos usuários e vamos exigir níveis de qualidade de serviço adequados", disse o secretário de Transportes Carlos Roberto Osorio, em nota.
Acidentes já deixaram seis mortos no BRT Transoeste
Colisões e atropelamentos têm acontecido com frequência desde a inauguração do BTR Transoeste, no dia 8 de julho do ano passado, e já deixaram seis mortos. No último acidente, ocorrido na sexta-feira, uma pessoa morreu e duas ficaram feridas. A colisão aconteceu entre um ônibus do BRT e um carro de passeio na Avenida das Américas, na altura da estação Benvindo de Novaes, no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio. Segundo a Secretaria municipal de Transportes, o acidente foi provocado por uma manobra irregular do motorista do carro. A pista central ficou interditada no sentido Grota Funda por cerca de três horas, e o desvio foi feito pela pista lateral.
Em setembro, Trigoly de Souza Soren, de 56 anos, foi atropelada por um carro que foi arrastado por um ônibus em direção ao canteiro central. No mesmo mês, Felipe de Freitas, de 17 anos, não resistiu aos ferimentos causados por um atropelamento dois meses antes. Na ocasião, alunos e professores do Colégio Estadual Vicente Januzzi, na Barra, onde ele estudava, chegaram a organizar um protesto nas pistas centrais da Avenida das Américas, na altura do Bosque da Barra, para pedir mais segurança no trânsito. Em agosto, uma mulher foi atropelada e morreu na pista do BRT, na Avenida das Américas, sentido Recreio. Segundo operadores de trânsito, ela teria atravessado fora da faixa. No dia 27 de julho, houve outro atropelamento fatal: o jardineiro Paulo Sérgio de Macedo foi atingido pelo ônibus quando caminhava na faixa exclusiva do BRT, no sentido Recreio, próximo à estação Novo Leblon. Já o jovem José Leandro dos Santos também não resistiu ao ser atropelado no corredor, no dia 27 de julho. Ele teria atravessado fora da faixa, na pista sentido Santa Cruz, a 100 metros da Estação Bosque da Barra.
Em setembro, foram registrados quatro acidentes em três dias consecutivos: no primeiro caso, dois ônibus do BRT se envolveram em colisões - um deles se chocou contra uma moto, na altura da Estação Barra Sul, e outro colidiu com um caminhão no Mato Alto, em Guaratiba. No dia seguinte, uma moto e um carro colidiram com um ônibus do corredor num cruzamento na altura do supermercado Zona Sul, no Recreio. No terceiro dia, um ônibus articulado atropelou José Romildo do Nascimento, de 26 anos, quando ele atravessava a Avenida das Américas, na altura do Bosque da Barra.
Em outubro, uma motocicleta e um ônibus do corredor expresso colidiram na tarde do dia 10 na altura da Estação Gilka Machado, na Avenida das Américas, na Barra da Tijuca. Segundo a Secretaria municipal de Transportes, o motociclista teria avançado o sinal para fazer uma bandalha, na pista sentido Recreio, quando se chocou com o ônibus articulado.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...