quarta-feira, 13 de março de 2013

Novo ônibus ‘ofusca’ chegada de Diogo e põe Lusa em “outro nível”

Gabriel Carneiro, especial para a GE.NetSão Paulo (SP)
O jogador mais caro já revelado pelas categorias de base Portuguesa foi repatriado pelo clube e apresentado no início da tarde desta terça-feira, no estádio do Canindé. O foco das atenções, no entanto, ocupava mais espaço e chamava mais atenção que o tímido Diogo, de volta à equipe após cinco temporadas, acumulando passagens por Olympiakos-GRE, Flamengo e Santos. Com a presença do ex-governador Luiz Antônio Fleury Filho, o clube apresentou aos jogadores e à torcida seu novo ônibus oficial.
O veículo, fabricado pela Volkswagen e com carroceria da empresa Marcopolo, começou a rodar nesta terça-feira, quando conduziu o grupo de jogadores da Portuguesa à cidade de Rio Claro, palco do embate diante do Velo Clube, pela 15ª rodada do Campeonato Paulista da Série A2. Segundo Manuel da Lupa, presidente da equipe rubro-verde, receber um novo ônibus coloca a equipe com “status de time grande”.
“Ficou bonito, né? É importante. Fazia tempo que eu estava atrás disso, a gente já tinha ido falar com muita gente na Volks. Mas quando teve influência do nosso governador (Fleury) saiu mais rápido. Está aí o presente, isso nos dá status de clube maior, agora vamos ver se a gente consegue com o ônibus e tudo isso ser um clube maior”, declarou da Lupa, logo após participar da apresentação oficial de Diogo, que assinou contrato até o final da temporada 2013.
A Portuguesa aproveitou a apresentação de Diogo para marcar sua entrada em novos tempos com um ônibus 
No que depender da durabilidade dos veículos da Lusa, o ônibus apresentado nesta terça-feira deve servir à equipe muito mais do que apenas até o fim do Campeonato Brasileiro. O último modelo durou exatos 27 anos, tendo começado a rodar em 1985, ano em que a Lusa decidiu o Paulistão diante do São Paulo, contando com jogadores como Luís Pereira, Albéris, Jorginho e Edu Marangon no elenco, e só encerrou atividades em 2012, por conta de um incêndio criminoso.
Em julho do ano passado, a diretoria da equipe rubro-verde resolveu reformar o antigo veículo e o levou a uma funilaria no bairro de Catumbi, Zona Leste de São Paulo. Estacionado na frente da renovadora de automóveis, o ônibus da Portuguesa foi totalmente incendiado e pichado com inscrições de torcidas organizadas do São Paulo e do Corinthians. Sem seguro por conta dos 27 anos de atividade, o veículo teve perda total e virou ferro-velho.
“Isso aí acontece, o novo ônibus já estava no projeto”, minimizou Manuel da Lupa, pensando até mesmo em adquirir um novo veículo nos próximos meses, na intenção de não desgastar aquele apresentado nesta terça-feira. Após transportar jogadores como Zé Roberto, Capitão, Alexandre Gallo, Rodrigo Fabri e Ricardo Oliveira, o velho ônibus não terá a chance de levar e trazer Diogo dos roteiros de viagem da Lusa.
“Acho bom (ser ofuscado pelo ônibus). Antigamente a gente brincava que ia jogar fora de casa e já estava 1 a 0 para os adversários por causa do ônibus. Fiquei bastante contente, porque é um ônibus muito bonito e uma conquista da Portuguesa”, comentou Diogo, deixado de lado nesta terça-feira, mas otimista para que o ônibus, na verdade, signifique novos tempos: “A Portuguesa tem que pensar grande, tem jogadores para isso. Espero que a gente consiga trazer bons resultados para o clube”.
Fotos: Gabriel Carneiro/Gazeta Press
Diogo concedeu entrevista coletiva atribulada à frente do ônibus da Portuguesa, logo após suas apresentações

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...