domingo, 21 de abril de 2013

Presidente Dilma dá verba recorde a ônibus escolar

A presidente Dilma Rousseff quintuplicou a compra de ônibus escolares do Programa Caminho da Escola em 2012, em relação ao ano anterior, entregando um total recorde de 9.283 coletivos ao custo de R$ 1,8 bilhão - apenas fruto de investimentos federais. Pelo impacto imediato que gera na vida das famílias de estudantes, o programa tem forte apelo eleitoral. Em campanha antecipada pela reeleição, Dilma passou a participar pessoalmente da entrega desses transportes para a população e associar sua imagem a um programa que tem sido bem aceito.
Em menos de um mês, ela desembarcou em quatro cidades diferentes, escolhendo para ser generosa especialmente em regiões estratégicas para golpear os alicerces eleitorais de seus prováveis adversários no pleito presidencial de 2014. O interesse dos prefeitos em distribuir o benefício tem sido tão grande que as aquisições do primeiro trimestre deste ano seguem com velocímetro acelerado: 1.399 ônibus, que custaram R$ 282,36 milhões bancados pela União, por recursos próprios das cidades e Estados e por financiamento do BNDES.
A entrega dos ônibus pelo País passou a integrar o kit obrigatório que a presidente e seus ministros procuram distribuir nos recentes périplos pelo Brasil: veículos escolares, imóveis do Minha Casa, Minha Vida, máquinas retroescavadeiras e motoniveladoras.
Em 2010, ano em que Dilma foi eleita, seu antecessor e padrinho político Luiz Inácio Lula da Silva desembolsou R$ 806,88 milhões para distribuir 4.363 ônibus pelo País, mais que o dobro do valor investido por ele mesmo no ano anterior.
Além das verbas federais, se forem somados as aquisições de ônibus utilizando recursos próprios de Estados e municípios e empréstimos concedidos pelo BNDES, os números também aumentam em progressão aritmética. Em 2009, foram entregues 3.475 ônibus. No ano seguinte, da disputa eleitoral, os municípios receberam 6.225 veículos escolares.
No primeiro ano de mandato da presidente Dilma, o Caminho da Escola concedeu 2.247 veículos - uma queda vertiginosa em relação ao turbinado ano eleitoral de 2010. Em 2012, ano de eleições municipais, o programa volta a ganhar fôlego: foram distribuídos 11.551 ônibus.
O Ministério da Educação informou, por intermédio da assessoria de imprensa, que a aquisição dos veículos "não depende de partidos ou de questões eleitorais, até porque quem faz o pedido dos veículos são as próprias prefeituras, com base nos dados do censo escolar". O MEC acrescenta que o critério para definir a quantidade de meios de transporte a serem adquiridos no Programa Caminho da Escola é o número de alunos matriculados nas escolas de educação básica da zona rural que utilizam transporte escolar.
As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...