sexta-feira, 12 de abril de 2013

Programa prevê 11 ônibus com câmeras para monitorar crack em SP

Ônibus equipados com câmeras vão monitorar tráfico e consumo.
Entrega depende de convênio com Ministério da Justiça
Base servirá ao monitoramento de áreas onde há tráfico e consumo (Foto: Divulgação/ Ministério da Justiça)
Vista externa de ônibus que servirão de bases móveis para monitoramento de cracolândias
(Foto: Divulgação/ Ministério da Justiça)
São Paulo deverá receber em maio 11 bases móveis de monitoramento de áreas como a Cracolândia, na região central da capital paulista, de acordo com o governo federal. As bases fazem parte do programa Crack, é Possível Vencer, do Ministério da Justiça.
Os ônibus são equipados com câmeras e computadores. Eles podem ser usados em ações de observação e investigação.
Segundo o Ministério da Justiça, serão distribuídas 70 unidades para 27 estados, ao custo de R$ 49 milhões.
"Um veículo desse pode, em um raio de dois quilômetros, ter todo um acompanhamento", disse o ministro José Eduardo Cardozo.
Cardozo citou que o veículo tem uma câmera telescópica, mas também pode monitorar câmeras que serão colocadas em postes. "Permite agilidade e proximidade da polícia muito grande nas perspectiva de nós fazermos com que essas áreas sejam mais seguras e cortemos a relação entre o traficante e usuário."
As bases serão ocupadas por policiais militares ou guardas civis municipais. O Ministério da Justiça se comprometeu a garantir por dois anos a manutenção das bases para que os estados conveniados tenham condições de prever o custeio em seus orçamentos.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...