domingo, 28 de abril de 2013

Projeto determina sistema de segurança em terminais de ônibus

Um projeto de lei, que tramita na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), determina a instalação de itens de segurança em rodoviárias e nos ônibus. A proposta (nº 3956/13), apresentada pelo deputado estadual Pompilio Canavez (PT), entre outras exigências, a instalação de detectores de metal e câmeras de segurança nos terminais de embarque e nos ônibus.   A proposta começa a ser discutida após a repercussão do assassinato do engenheiro químico João Gabriel Camargos, de 25 anos, durante assalto a um ônibus, na BR-381, na altura da cidade de Perdões, no Sul de Minas Gerais. Os passageiros viajavam de Poços de Caldas a Belo Horizonte, quando aconteceu o crime.  O crime ainda causa insegurança aos passageiros e expõe a fragilidade no sistema transporte. Fernando Oliveira Miguel foi preso em Jaguariaíva, no interior do Paraná, e confessou o crime. A Polícia espera que os depoimentos dele possam levar ao desmembramento de uma quadrilha especializada em assaltar usuários de ônibus intermunicipais.   
Instalação de detectores de metal nas plataformas de embarque e uso de sistema de monitoramento via satélite pode virar lei em Minas Gerais
O projeto de lei, apresentado por Pompilio, determina a instalação de detectores de metal nas plataformas de embarque em todo o Estado. Além disso, câmeras e sistema de monitoramento via satélite teriam que ser instalados pelas empresas que exploram o serviço. A medida serviria para resguardar funcionários, passageiros e empresas.
Segundo a assessoria do deputado Pompilio, os crimes nas estradas têm aumentado. Só no primeiro semestre do ano passado, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Minas Gerais registrou mais de 600 ocorrências relativas a situações como roubos, furtos e até mesmo assassinatos.
O projeto de lei foi apresentado pelo deputado estadual Pompilio Canavez (PT) e está sendo analisado pelas comissões da ALMG
A média no período foi de mais de três casos por dia, nos 6,3 mil quilômetros de estradas federais sob jurisdição da PRF sem levar em conta os crimes ocorridos nas estradas estaduais.
“Os motoristas de caminhão são os alvos mais comuns de assaltos nas rodovias, mas as empresas de ônibus intermunicipais também vêm sofrendo com o problema, o que está levando muitas delas a instalarem câmaras de segurança nos ônibus. Mas isso não previne, só registra. O que queremos é evitar esse tipo de ação”, diz o deputado.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...