sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

ZF lidera fornecimento de transmissões automáticas para ônibus que operam nos principais corredores do Rio de Janeiro

MARTA DE SOUZA 
A ZF possui 88% do market share de transmissões automáticas para ônibus na capital fluminense. No Corredor TransOeste, a ZF é líder no fornecimento para as frotistas que operam no trecho
A empresa provedora de soluções tecnológicas novamente será a marca preferida das frotas que operarão o Corredor TransCarioca, cuja inauguração está prevista para 1º de maio e ligará, em seus 39 quilômetros, a Barra da Tijuca à Ilha do Governador.
A ZF mantém-se como uma das principais escolhas de frotistas de ônibus que operam nos corredores BRT (Bus Rapid Transit) na cidade do Rio de Janeiro, e detém 88% do market share de transmissões automáticas no município. Atualmente, 250 veículos rodam na capital fluminense e em Niterói equipados com as transmissões automáticas ZF. Corredores BRT importantes, como o TransOeste, operam com ônibus 98% equipados com ZF. E, em breve, os novos ônibus que circularão no Corredor TransCarioca também terão soluções ZF – a inauguração deste novo BRT está marcada para o dia 1º de maio.
“Hoje, a ZF está presente em diversas aplicações no Rio, seja BRS (Bus Rapid Service) ou BRT. A marca ZF é a preferida nos corredores TransOeste, Intersul (Centro) e Translitorânea (Niterói). E, em breve, estaremos presentes também no corredor TransCarioca, complementando o fornecimento de nossas soluções ao Rio de Janeiro à aproximadamente 20 empresas, como Jabour, Pégaso, Redentor, Litoral, Real, Algarve, São Silvestre, Vila Isabel, Ingá e Pendotiba. Nossas transmissões são aplicadas em veículos da Mercedes-Benz, Volvo, MAN Latin America e Scania”, diz Alexandre Marreco, gerente de Desenvolvimento de Negócios de Sistemas de Transmissão da ZF.
“Atualmente, detemos 88% do market share de transmissões automáticas para ônibus no Rio de Janeiro. E este cenário pode se alterar, com um share ainda maior, devido à entrada de novos corredores”, diz Marreco, referindo-se à TransCarioca, BRT que vai cortar bairros importantes do subúrbio carioca, desde a Barra da Tijuca até o aeroporto Internacional Tom Jobim, na Ilha do Governador. Este será o primeiro corredor de alta capacidade a cortar transversalmente a cidade, e cerca de 450 mil passageiros serão beneficiados diariamente com veículos equipados com ar-condicionado e capazes de transportar até 180 passageiros.
“Já estamos no Rio de Janeiro há muitos anos, quando começamos com o fornecimento de transmissões mecânicas até chegar aos dias de hoje, com as automáticas reinando. Para TransOeste e TransCarioca, ou até mesmo para os BRTs TransBrasil e TransOlímpica, ambos em fase de planejamento, as transmissões automáticas mais avançadas do mundo, como a ZF-Ecolife, trarão os melhores benefícios para os operadores, passageiros e população do Rio de Janeiro”, explica o executivo.
A transmissão automática ZF-Ecolife já está presente no TransOeste, e futuramente no corredor TransCarioca, e reúne diversos atributos da tecnologia de ponta que a ZF aplica globalmente em seus produtos. Entre os benefícios, destacam-se: baixo consumo de combustível (possível por conta das seis marchas); aumento de produtividade da operação (sem trocar de marcha, o motorista é capaz de dirigir mais descansado e com mais atenção ao trânsito); e menos impacto ao meio ambiente (itens como o retardador primário evitam que freios sejam utilizados e, consequentemente, que quantidades menores de pó de freio sejam expelidas).
O software TopoDyn Life é responsável pela troca de marchas e reconhece a topografia e o peso transportado pelo veículo. A escolha é feita pela “inteligência artificial” do programa, que calcula rapidamente qual é a marcha necessária.
Outro destaque das transmissões é o retardador hidráulico primário, que freia o veículo até uma velocidade de 6 km/h sem a utilização dos freios. Um sistema que se mostra ideal para as aplicações urbanas, onde os deslocamentos lentos são comuns por conta do forte tráfego.
1) Corredor TransOeste: ônibus rodam com transmissões automáticas
2) Corredor TransOeste, no Rio de Janeiro (RJ)
GRUPO ZFCom 121 unidades de produção localizadas em 26 países, a ZF é uma das empresas líderes mundiais de sistemas de transmissão e tecnologia de chassis. O Grupo, que conta com 73.600 funcionários, registrará em 2013 um volume de vendas de aproximadamente 17 bilhões de euros. Para continuar tendo sucesso com produtos inovadores no futuro, a ZF investe anualmente cerca de cinco por cento do produto das vendas (2013: 840 milhões de euros) em pesquisa e desenvolvimento. No ranking de fornecedoras da indústria automobilística, a ZF está entre as dez maiores empresas no mundo todo.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...