quarta-feira, 4 de junho de 2014

Ônibus do Rio devem ganhar um 'botão de pânico'

Anúncio feito na Alerj nesta terça pretende inibir ação de vândalos e bandidos
Ônibus depredado na garagem da Jabour, em Campo Grande, zona oeste da cidade. Cerca de 325 de ônibus foram depredados, segundo dados do consorcio Rio Ônibus, que integra as concessionárias do serviço no município do Rio
(Daniel Marenco/Folhapress)
Toda a frota de ônibus do Rio de Janeiro deve ganhar botões de pânico, para que motoristas possam alertar a polícia em caso de ataques de criminosos ou vândalos. A novidade foi anunciada nesta terça-feira pelo vice-presidente do sindicato das empresas de ônibus (Rio Ônibus), Otacílio Monteiro, na Comissão de Transportes da Assembleia Legislativa (Alerj).
De acordo com ele, imagens do interior dos coletivos serão enviadas a um centro de controle, que por sua vez as repassa à Polícia Civil. O equipamento já foi implantado nos BRTs Transoeste e Transcarioca. "Imagens e posicionamento dos veículos por GPS chegarão em tempo real à polícia, no caso de qualquer ação criminosa, trazendo maior segurança aos usuários", destacou Monteiro.
Ainda segundo o vice-presidente do Rio Ônibus, apenas nos quatro dias de paralisação de rodoviários, em maio, 723 ônibus foram depredados e 48, incendiados. O prejuízo deve chegar a 2,16 milhões de reais. O presidente da comissão, deputado Marcelo Simão (PMDB), pediu punições mais rígidas para vândalos. "Quem coloca fogo em ônibus com trabalhadores dentro está praticando uma tentativa de homicídio", exemplificou.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...