quinta-feira, 23 de julho de 2015

Empresas que estarão presentes na Fenatran 2015 adiantam novidades que irão apresentar na feira

Fornecedores de toda a cadeia ligada ao transporte rodoviário de carga enxergam na Fenatran 2015 a chance de mostrar seus principais produtos e tecnologias para um público qualificado. A feira organizada pela Reed Exhibitions Alcantara Machado acontece no Pavilhão de Exposições do Anhembi de 9 a 13 de novembro de 2015.
Um dos principais segmentos atendidos pela feira é o de autopeças . A Voith Turbo , por exemplo, levará soluções de transmissão de potência utilizadas em diversos setores, do automotivo, ferroviário e naval, ao setor industrial, de óleo e gás e mineração, entre outros. Rogério Pires, diretor de desenvolvimento denegócios da divisão de veículos comerciais da marca explica que a empresa se destaca na área demobilidade por seus sistemas de transmissão automática e frenagem para ônibus, caminhões e veículos especiais. “Mais de 200 mil ônibus urbanos ao redor do mundo operam equipados com transmissões automáticas da Voith. Além disso, mais de 500 mil caminhões e ônibus rodam com a segurança oferecida pelos retarders fabricados pela companhia. Apenas em São Paulo, 2 mil ônibus municipais rodam com transmissão automática da Voith”.
No Brasil, onde atende as principais montadoras de veículos comerciais, é a única empresa que monta e testa localmente os sistemas de transmissão e frenagem. Essas soluções visam aprimoramento do desempenho operacional do veículo, principalmente visando redução de custos operacionais, maior disponibilidade e segurança.
Durante a Fenatran 2015, serão apresentadas ao público soluções de acionamento mais econômicas e sustentáveis para sistemas de transporte público. Além de mostrar suas linhas de retarders , transmissões automáticas e compressores de ar, o estande da empresa terá como destaque o lançamento do sistema de telemetria DIWA SmartNet. “Com ele, operadores de sistemas de transporte urbano se informam melhor sobre a condição de suas transmissões. Com a gravação e avaliação de dados automatizada, é possível proporcionar valor agregado aos operadores: rotinas de manutenção e serviço, portanto, podem ser planejadas muito mais facilmente e a disponibilidade do veículo é aumentada”.
Fonte: Jornal do Comércio 

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...