terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Kassab entrega ônibus movidos a diesel

O prefeito Gilberto Kassab entregou na última segunda-feira (5) 80 ônibus movidos a diesel de cana-de-açúcar - que funcionarão através da mistura de 10% de diesel de cana-de-açúcar e B5 (adição de 5% de biodiesel ao diesel. 
A medida tem como objetivo dar continuidade ao Programa Ecofrota, lançado em fevereiro deste ano, que tem como objetivo reduzir progressivamente o uso de combustíveis fósseis no transporte público de São Paulo. A cerimônia foi realizada no estacionamento do centro de exposições do Anhembi, na zona norte da cidade.
"Essa é mais uma iniciativa para melhorar o ar de São Paulo relacionada à circulação de ônibus. Já temos outros combustíveis alternativos implantados e que também têm contribuído para termos uma cidade menos poluída. A nossa expectativa é de que em poucos anos tenhamos 100% da frota movida por combustíveis menos poluentes", afirmou Kassab.
Esses 80 veículos são os primeiros da Cidade de São Paulo com a tecnologia de diesel de cana-de-açúcar. O resultado dos testes aponta que o uso de 10% desse tipo de combustível reduz em até 41% a emissão de fumaça preta. 
Até o final de dezembro, mais 80 ônibus desse tipo serão integrados ao sistema de transporte público da cidade.
"A cidade de São Paulo tem um dos maiores programas ambientais do mundo na área de Transportes. Já são quase 2 mil veículos com ações ambientais. Renovamos a frota, investimos nos combustíveis álcool e biodiesel, na recuperação da rede de trólebus e renovaremos 70% dessa frota", ressalta Marcelo Cardinale Branco, secretário municipal de Transportes e presidente da SPTrans.
Os veículos, todos adaptados para pessoas com deficiência e mobilidade reduzida, são da Viação Santa Brígida e começam a circular hoje. Os ônibus vão beneficiar a região noroeste da cidade.
Por fim, a prefeitura, por meio da SPTrans, vai renovar 140 dos 200 trólebus que circulam em São Paulo. Treze veículos já foram substituídos e estão em operação com emissão zero de poluição. 
"Estamos nos baseando em um plano municipal de redução de poluentes, que identifica quais são as tecnologias mais viáveis e benéficas para o meio ambiente", explicou Marcelo Cardinale Branco.
Fonte Da Matéria: http://www.dci.com.br/
Material jornalístico passível de direitos autorais. Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes. Antes de reproduzir por qualquer meio, consulte sobre autorização

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...