sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

VOSS desenvolve tecnologia no Brasil para se adaptar ao Euro 5

• Com o novo produto, a companhia espera obter mais de 90% do mercado em 2012
• Faturamento pode crescer até 10% no próximo ano, mesmo com expectativa de retração do segmento de pesados
A VOSS Automotive, multinacional alemã líder no segmento de tubulações e conexões para automóveis, inaugura tecnologia local para atender à demanda brasileira de novos motores diesel Proconve 7 (Euro 5) com sistema de redução catalítica seletiva (sigla SCR em inglês). Com a iniciativa, a companhia espera alcançar mais de 90% deste mercado no próximo ano.
A novidade é o desenvolvimento de um sistema completo de tubulações capaz de suportar a corrosão da uréia e as fortes oscilações de temperatura e pressão, presentes no sistema SCR, que serão empregados na grande maioria dos motores de ônibus e caminhões produzidos a partir de janeiro de 2012. “A tecnologia das linhas com tubos em material plástico multicamadas foi a solução de baixo custo e alto desempenho encontrada para se adequar aos motores da nova geração”, diz Sergio Andreatini, presidente da VOSS Automotive Ltda..
Perspectivas 2012
Esta linha de produtos já gerou demanda de produção suficiente para a companhia mudar sua filial, focada na produção de itens SCR, para um espaço cerca de cinco vezes maior. Além disso, fez com que a empresa aumentasse a expectativa de crescimento em 2012 para 10% sobre o faturamento deste ano, que foi de R$ 100 milhões.
“A chegada dos novos motores neste ano, tornando os veículos mais caros do que os produzidos anteriormente, levou a uma antecipação de compra em 2011 e, consequentemente, à expectativa de retração do mercado no início de 2012, independentemente dos efeitos da crise econômica mundial”, ressalta Andreatini.
Segundo ele, apesar do cenário negativo o crescimento da empresa deve atingir a marca de dois dígitos, “já que somos a principal fabricante local desta tecnologia, com custo inferior às linhas e tubulações baseadas na matéria-prima borracha”, completa.
Tecnologia multicamadas
A grande maioria dos motores diesel Euro 5 no Brasil, a fim de atender à nova legislação de emissão de poluentes, conta com sistema SCR que utiliza uma solução chamada de ARLA 32, dotada de uréia em sua composição. Por ser corrosiva, esta solução demanda tubulações e conexões resistentes à corrosão, além da necessidade de serem flexíveis e resistentes à temperatura e pressão. Usualmente, tais linhas são feitas à base de borracha, elevando o custo, o que levou os fabricantes a buscarem novas tecnologias alternativas à borracha.
Foi neste momento que a VOSS Automotive desenvolveu a tecnologia de tubulações com polímeros plásticos multicamadas e conectores em plástico ou inox, resistentes à corrosão da uréia e a diferentes níveis de pressão e temperatura. A solução é flexível e possibilita ainda revestimento interno “teflonado”, para evitar acúmulo de cristais de uréia em aplicações específicas.
Ford Q1
A unidade brasileira da companhia conquistou neste ano a certificação Q1 da Ford, fruto de esforços para atingir “zero defeito” em toda a linha de produção e para melhorar a logística na disponibilização e entrega das peças. “Esta conquista marca não somente nosso empenho em melhorar a qualidade de todo o processo produtivo, mas também nossa entrada no seleto grupo de fornecedores da Ford Caminhões, para a qual desenvolvemos as linhas e tubulações SCR multicamadas”, finaliza Andreatini.
Líder no segmento na Europa e Brasil, a VOSS desenvolve soluções otimizadas e sob medida em parceria com os departamentos de engenharia das montadoras. Possui no País um centro de desenvolvimento para tecnologias de extrusão e integração de sistemas fluidos. O Grupo VOSS tem sua matriz na Alemanha, registrou faturamento de € 330 milhões em 2011, emprega cerca de 2.300 colaboradores e possui mais de 150 direitos de patente em todo o mundo, o que comprova sua competência de inovação. No Brasil, atende empresas como Daimler (Mercedes-Benz), Volkswagen e MAN, Ford, Scania, Iveco, Agrale, Cummins, MWM-International, ZF, Bosch e FTE, entre outras.
Fonte da Matéria: http://www.segs.com.br/

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...