terça-feira, 12 de junho de 2012

Cidade de Petrolina anuncia troca de empresas de ônibus, sob alegação de serviço ruim

Nesta ultima segunda-feira, o prefeito Julio Lossio convocou a imprensa para assistir a assinatura do contrato de transferência de concessão de operação de transporte coletivo de Petrolina e, na oportunidade, apresentou a Empresa Viva Petrolina, nova concessionária, substituindo o serviço das empresas São Francisco, Menina Morena e Vale do Sol, que tiveram suas concessões suspensas. 
De acordo com o prefeito Julio Lossio, essa operação aconteceu gradualmente, respeitando o direito de defesa das antigas empresas que nesse período não conseguiram avançar na melhoria do sistema.
“O sistema de transportes de Petrolina se deteriorou muito nos últimos anos e, por isso, realizamos um estudo no sistema para buscar alternativas para Petrolina. No início do governo, mudamos o sistema das agrovilas, priorizando o sistema de transporte de vans e agora estamos contratando esta empresa”, informou o prefeito.
Algumas exigências foram apontadas para as empresas interessadas em operar em Petrolina e, numa delas, o proprietário seria apresentado à população e manteria residência fixa em Petrolina. 
“Essa medida fará com que os donos da nova concessionária sintam e vivam o serviço no dia-a-dia, para avaliar corretamente as melhorias que devam ser operadas no sistema”, salientou Lossio.
A empresa vai operar o serviço nas linhas do bairro João de Deus, São Gonçalo, e a linha circular que percorre os bairros Vila Marcela, Areia Branca, Centro, Jardim Maravilha, Gercino Coelho e Cohab VI. Inicialmente, serão 400 mil usuários beneficiados por mês com a nova empresa de ônibus.
Assinaram o contrato junto com o gestor municipal, os proprietários e sócios da Viva Petrolina, os empresários Rafael Pires Teles e Adriana Oliveira de Urzêdo.
Também foi exigida uma frota com maior número de carros e em condições adequadas de uso, sistema integrado de passagens, o chamado Bilhete Integrado de Petrolina – BIP e um Circular Universitário, uma solução urgente devido à chegada da Universidade Federal do Vale do São Francisco – Univasf e consequente aumento de alunos que usam o serviço. Outra exigência seria o emplacamento dos carros na cidade de Petrolina.
Julio Lossio disse que todas essas mudanças se consolidarão também com a implantação do sistema Veículo Leve sobre Trilhos – VLT, que integrará toda a cidade de Petrolina. 
“O projeto está pronto, agora buscamos recursos para implantação do sistema. Estamos também visitando algumas cidades que já implantaram esse sistema e estão operando com sucesso. Após alguns estudos, descobrimos que a deficiência no sistema de transporte público é a área mais reclamada pela população”, destacou.
Segundo informações de Rafael Teles, sócio-proprietário da empresa, a partir do dia 15 de junho, a Viva Petrolina estará operando os serviços de transporte coletivo com 18 carros seminovos. “Até setembro deste ano, mais 25 ônibus novos serão agregados, totalizando 43 carros. O prazo de implantação para o BIP eletrônico será para dia 15 de julho”, informou.
Conforme prometido pelo prefeito Julio Lossio, após assinatura do contrato entre o gestor municipal, a Empresa Petrolinense de Trânsito e Transporte Coletivo – EPTTC, responsável pela fiscalização do serviço e a empresa Viva Petrolina, a imprensa foi convidada a andar em um dos carros e verificar a estrutura do veículo. As informaçoes são do Blog do Jamildo.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...