sábado, 4 de agosto de 2012

Os autocarros vão ao Congo

Devido à estabilidade no país muitas pessoas preferem hoje em dia viajar por estrada
Fotografia: Domingos Cadência
Os autocarros da operadora de transportes públicos SGO vão passar a circular até ao Congo Brazzaville e à República Democrática do Congo, quando for aberta a rota Luanda/Mbanza Congo até à fronteira do Luvo.
O director administrativo da empresa, Vladimir Fortunato, garantiu a existência de contactos avançados com os embaixadores em Angola dos países vizinhos para que a pretensão da empresa se concretize.
“O objectivo é atravessar as fronteiras com os dois Congos”, disse Vladimir Fortunato, que anunciou, para o final do ano, a aquisição de 120 novos autocarros, dos quais 70 para a carreira inter-provincial e 50 para urbana. 
A intenção da empresa é aumentar a frota com autocarros novos para substituir os antigos que operam na carreira inter-provincial e que vão ser usados nas carreiras inter-municipais. No parque da SGO, localizado em Viana, é intenso o movimento diário de passageiros viajam para diferentes províncias do país.
O passageiro Sobral Garcia reconheceu ontem, ao Jornal de Angola, que a aposta do Executivo em constituir mais empresas de transportes de passageiros é acertada e garante maior mobilidade das pessoas por todo o país.
Do seu ponto de vista, a tarifa praticada é acessível e facilita a vida das pessoas que recorrem aos transportes públicos para viagens pelas províncias, sem que façam grandes gastos.
Sobral Garcia, que se preparava para entrar num autocarro que o ia levar ao Kwanza-Sul, sublinhou que sempre que viaja para Calulo utiliza os autocarros das empresas de transportes públicos e gasta menos de cinco mil kwanzas.
Fonte da Matéria: http://jornaldeangola.sapo.ao/

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...