sábado, 11 de maio de 2013

Prefeitura de Imperatriz pode quebrar contrato com empresa de ônibus

Prefeito afirma que processo contra a empresa VBL está na fase final.
Reclamações contra a empresa são constantes.
A Prefeitura de Imperatriz já admite a possibilidade de quebrar o contrato de concessão com a empresa que detém a maioria das linhas do transporte público. Depois da prorrogação de vários prazos para a correção de falhas na prestação do serviço, a prefeitura parece não acreditar mais nas mudanças.
Durante a abertura da Conferência das Cidades, o prefeito Sebastião Madeira disse que o processo contra a empresa VBL está na fase final e que em 30 dias vai tomar uma decisão. Somente esta semana, em quatro operações, a Polícia Militar aprendeu mais de 20 ônibus da empresa VBL por atraso no licenciamento dos veículos ou por falta de equipamentos de segurança.
Outros nove ônibus já haviam sido recolhidos pela Polícia Rodoviária Federal no início deste ano pelos mesmos motivos. A empresa foi obrigada a colocar ônibus reservas para circular, mas a população reclama dos atrasos.
Os passageiros também reclamam do estado de conservação dos ônibus. A maioria tem mais de dez anos de fabricação. Em Imperatriz, mais da metade da frota foi substituída por microônibus.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...