terça-feira, 2 de junho de 2015

Mais 214 ônibus para o BRT

Veículos serão usados nos novos corredores que começarão a funcionar em maio de 2016
GUSTAVO RIBEIRO
Rio - A prefeitura determinou que o consórcio operador do BRT providencie mais 214 ônibus articulados até 30 de abril do ano que vem para o Transolímpica (que vai ligar Deodoro à Barra) e o trecho final do corredor Transoeste, entre o terminal Alvorada e o Jardim Oceânico, o chamado lote zero.
Segundo a prefeitura, os dois corredores começarão a funcionar parcialmente em maio de 2016. O anúncio foi feito ontem pelo secretário municipal de Transportes licenciado, Rafael Picciani, que concedeu entrevista coletiva no dia em que já estava oficialmente exonerado do cargo — por pedido próprio — conforme decreto do prefeito no Diário Oficial.
Os veículos articulados serão comprados pelo consórcio operador do BRT e deverão estar prontos para funcionar até 30 de abril do ano que vem
Foto: Márcio Mercante / Arquivo Agência O Dia
Segundo o decreto do prefeito Eduardo Paes, os veículos “deverão estar em condições para efetiva operação até 30 de abril de 2016”.
“Há necessidade de casar o início das operações da Linha 4 com o lote zero do Transoeste. [...]Na medida em que o metrô iniciar a operação (prevista para junho de 2016), imediatamente o Jardim Oceânico passa a ter uma demanda que não tinha”, comentou Picciani. Ele contou que ainda não foram definidos cronograma e esquema de funcionamento de cada linha.
Picciani antecipou apenas que, após a inauguração dos corredores, serão criados linhas de BRT do Jardim Oceânico até Madureira, até o Parque Olímpico e até Santa Cruz sem ter de trocar de veículo no Terminal Alvorada. De acordo com o subsecretário de Transportes, Alexandre Sansão, serão 164 ônibus com 180 lugares para o lote zero e 50 para o Transolímpica. Segundo ele, os números são baseados em estudo da demanda desenvolvido por técnicos da secretaria.
Reeleito deputado estadual em 2014, Picciani disse que vai ficar afastado do cargo até o fim do mês para poder apresentar projetos na Assembleia Legislativa. O ex e futuro secretário, no entanto, não quis revelar quais projetos seriam esses. Para ocupar temporariamente o lugar dele no comando da pasta, foi designada a diretora da CET-Rio, Maria Clara Borges de Menezes.
Ilha e Vila Isabel terão mais quatro corredores BRS
Mais quatro BRS (faixas exclusivas para ônibus e táxis com passageiros) serão implantados na cidade este ano: um na Estrada do Galeão, na Ilha do Governador, e três em Vila Isabel. Segundo Picciani, as faixas de Vila Isabel serão inauguradas em julho: duas na Rua Visconde de Santa Isabel (uma de cada lado) e uma na 28 de setembro (pista da direita).
Já a Estrada do Galeão vai ganhar um BRS até o fim deste ano. Sansão explicou que a faixa vai compreender o trecho da ponte do Galeão até a área da Portuguesa, na região central da Ilha. O mês da inauguração ainda não foi definido. Picciani não descartou a possibilidade de o BRS da Ilha dar lugar a um projeto de BRT no futuro.
O último BRS foi inaugurado no sábado na Rua Teodoro da Silva, em Vila Isabel. O consórcio operador do BRT informou que “vai se reunir com os técnicos da Secretaria de Transportes para conhecer os critérios utilizados para definir a frota”.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...