terça-feira, 1 de março de 2011

Nove empresas de ônibus vão atuar em Manaus em 60 dias

Das nove que participaram do processo, três delas – Via Verde Transportes Coletivos, City Transportes e Auto Ônibus Líder – já atuavam na cidade pelo consórcio Transmanaus.

Manaus - Todas as nove empresas que disputavam o processo de licitação do transporte coletivo de Manaus venceram o certamente. O resultado do processo foi divulgado na manhã desta segunda-feira (28) pelo prefeito de Manaus, Amazonino Mendes (PTB) e pelo presidente da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), Marcos Cavalcante.
Das nove que participaram do processo, três delas – Via Verde Transportes Coletivos LTDA, City Transportes LTDA e Auto Ônibus Líder LTDA – já atuavam na cidade por meio do consórcio Transmanaus mas, de acordo com o presidente do SMTU, elas se desvincularam do grupo e deram garantias de que têm “saúde fiscal”.
As outras empresas que devem atuar na cidade são: Viação São Pedro LTDA, Expresso Coroado LTDA, Rondônia Comércio e Extração de Minérios LTDA, Viação Nova Integração LTDA, Transtol Empresa de Transporte Coletivo Toledo LTDA e Global GNZ Empreendimentos e Participações LTDA.
De acordo com Cavalcante e com o prefeito – que não participou de toda a entrevista coletiva realizada na sede da Prefeitura –, as empresas terão 60 dias, contados a partir do recebimento da ordem de serviço, para se instalarem na cidade e colocar os novos veículos para circular na cidade.
“Vencemos a etapa principal para a melhoria do sistema. Terminou a licitação, a contento. Nos dá a segurança de que teremos novas empresas e poderemos ter, em um espaço de três a quatro meses, uma das frotas mais novas do Brasil. Vamos sair de uma situação da pior frota para a mais nova do Brasil. Disparada”, disse.
Investimentos
No total, de acordo com Marcos Cavalcante, serão investidos R$ 5,3 bilhões em um contrato de vigência de dez anos. De acordo com ele, nenhuma empresa vencedora receberá aumento de tarifa se não colocar os veículos para circular.
“A idade média da frota após a licitação será de menos de dois anos. O veículos mais velho a circular terá menos de quatro anos”, disse o prefeito Amazonino Mendes, antes de se ausentar da coletiva. Cavalcante, por sua vez, informou que serão, inicialmente, inseridos 500 veículos na frota, mas que, no total, serão 858 carros na frota em três ou quatro meses.
Tarifa
Nem Cavalcante nem o prefeito deram pistas sobre o valor da tarifa, mas disseram o que já vinham afirmando sobre o assunto, de que será realizado um cálculo com empresas de consultoria e engenharia de transporte.
Transporte ‘executivo’ também terá licitação
O presidente da SMTU informou ainda que o sistema de transporte executivo também será submetido a um processo licitatório, mas não deu detalhes de quando o possível edital será lançado, nem valor da tarifa. “O importante é que o sistema executivo não seja concorrente do urbano, mas complementar e diferenciado”, disse

http://www.d24am.com/

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...