terça-feira, 30 de abril de 2013

Piauienses desenvolvem sistema para monitorar ônibus pelo celular

'Basta utilizar um celular que tenha GPS e acesso à internet', diz professor.
Projeto será apresentado para a Superintendência de Trânsito de Teresina.
Um grupo de piauienses desenvolveu um sistema para monitorar ônibus pelo celular. A ferramenta possibilita que através do aparelho celular o usuário do transporte público da capital possa ver a localização e o tempo de espera para que o seu ônibus chegue à parada onde você está o passageiro.
O projeto foi apresentado na sexta-feira (26), pelo professor de eletrônica e eletrotécnica do Instituto Federal do Piauí (IFPI), Marcelino Almeida, para demonstrar os resultados da pesquisa orientada por ele e desenvolvida por estudantes do curso de Computação da Universidade Estadual do Piauí (Uespi), que participam do grupo Labiras.
Segundo Marcelino Almeida, a ideia tem o objetivo de incentivar o desenvolvimento de tecnologias assistidas no Estado do Piauí. O professor explica que bastando utilizar um celular que tenha GPS e acesso à internet 3G é possível se beneficiar desse sistema.
“Esse sistema servirá tanto para o poder público quanto para o usuário de transporte coletivo. A ideia é que, através de um simples aparelho celular, o usuário possa ter informações sobre a localização de seu ônibus e até mesmo o tempo que ele levará para chegar à sua parada. Mas o sistema poderá também fornecer dados para que a engenharia de tráfego possa coordenar melhor o trânsito da capital”, destacou.
O secretário da Seid, Hélder Jacobina, conta que esse é mais um projeto que nasce da necessidade levada até os pesquisadores do Estado para o desenvolvimento de tecnologias voltadas às pessoas com deficiência.
“Essa sensibilização dos pesquisadores é muito importante, pois através de demandas da sociedade eles estão desenvolvendo produtos que melhoram a vida das pessoas. Esse sistema servirá para os cadeirantes, que saberão exatamente que hora o ônibus dele vai passar, e, futuramente, para os deficientes visuais, que por comando de voz serão informados quando o seu ônibus estiver chegando” falou.
De acordo com o reitor do IFPI, Paulo Henrique, a ideia do sistema promete ser um artifício a mais na mobilidade urbana de Teresina. Além disso, o projeto será apresentado para a Superintendência de Trânsito de Teresina (Strans).

Reações:

1 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...